Brawn: estilo de vida de Hamilton “me ensinou uma lição”

compartilhar
comentários
Brawn: estilo de vida de Hamilton “me ensinou uma lição”
Por:
Co-autor: Frankie Mao
2 de jan de 2019 09:51

Para diretor técnico da F1, sucesso do inglês ao conciliar vida de celebridade com resultados dentro da pista muda “visão tradicional” acerca dos pilotos

Os empreendimentos de Lewis Hamilton fora da pista ensinaram o diretor técnico da F1, Ross Brawn, “uma lição” sobre como um piloto pode se comportar fora do carro.

Hamilton conquistou seu pentacampeonato na F1 em 2018 em paralelo às colaborações que fez com a empresa da moda Tommy Hilfiger, inclusive lançando sua própria linha de roupas.

O inglês, um dos únicos pilotos da F1 atual a ostentar um status de celebridade, deixou claro que a ampliação de seus interesses e atividades extrapista o deixou mais feliz, o que também ajudou na performance dentro do carro em vez de atrapalhar.

“Aprendi uma lição com isso “, disse Brawn ao Motorsport.com. “Eu provavelmente tinha uma visão tradicional dos pilotos de corrida, de que eles provavelmente deveriam seguir um certo estilo de vida quando estão fora do carro para maximizar a performance dentro do carro.”

“Isso subestima o que Lewis faz fora do carro no que diz respeito à sua forma física, seu treinamento e preparação. Isso tende a não ser destacado. Ele tem uma paixão por viajar pelo mundo para eventos de música ou da moda.”

“Isso é único, e acho que seu sucesso disse a todos que é possível fazer essas coisas e ainda assim obter conquistas.”

“Se alguém que não tiver sucesso contar com esse estilo de vida, diriam que é essa a razão pela qual o sucesso não veio, porque estamos acostumados com uma abordagem mais conservadora.”

“Eu admiro sua força em liderar sua própria vida, o que ele sabe que é melhor para ele, o que o motiva.”

“E é ótimo para a F1, claro. Ter alguém com uma personalidade tão forte é algo que é muito bom para nós.”

Hamilton teve um cronograma agitado em 2018 para obter um de seus melhores anos na F1, mesmo que ele tenha tido uma concorrência mais forte de Ferrari e Red Bull – ele próprio conquistou 11 vitórias e 11 poles.

O título lhe rendeu a terceira conquista em quatro temporadas com a Mercedes na atual era turbo híbrida, e Brawn enalteceu o trabalho da equipe – sendo que ele próprio comandou as operações da Mercedes nos primeiros anos de retorno do time, entre 2010 e 2013.

“É uma ótima equipe de engenharia. Eu cheguei lá em 2007, quando ainda era Honda, e passei pela fase de transição para a Brawn e depois para a Mercedes.”

“Mas ainda são as mesmas pessoas. São pessoas de primeira classe e conhecem o meio muito, muito bem.”

“Acho que Toto [Wolff, chefe da Mercedes] tem feito um trabalho ótimo em manter o time estável e convencer a alta cúpula da Mercedes em investir a quantidade que investiram para garantir o sucesso.”

“Eles podem continuar trabalhando e processando, construindo suas referências, e aí você tem os resultados que eles conquistaram.”

“Eles mereceram cada vitória que tiveram. Isso é algo do qual eu tenho certo orgulho, porque ainda são as mesmas pessoas e trabalham da mesma forma que trabalhavam quando eu estava lá.”

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+

Photo by: Steve Etherington / LAT Images

Next article
McLaren: Estar na Indy ajuda a aumentar apelo para patrocinadores

Previous article

McLaren: Estar na Indy ajuda a aumentar apelo para patrocinadores

Next article

Schumacher “está nas melhores mãos”, diz família

Schumacher “está nas melhores mãos”, diz família
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now
Autor Scott Mitchell