Brawn: Trio de GPs seguido em 2018 é “medida de emergência”

Diretor esportivo da F1 diz que horário da final da Copa do Mundo na Rússia obriga categoria a não correr no mesmo dia

Na próxima temporada, as equipes de Fórmula 1 terão a difícil tarefa de competir nos GPs da França, da Áustria e da Grã-Bretanha em fins de semana seguidos. A medida foi tomada pelo campeonato devido às 21 corridas marcadas para o próximo ano e à Copa do Mundo.

Com a final do mundial marcada para o dia 15 de julho, a organização se viu tendo que mudar o calendário da F1, comprimindo assim as provas em um curto espaço de tempo.

Chefe esportivo da F1, Ross Brawn diz que esta medida é emergencial, e que não deve ser um hábito.

"A Copa do Mundo nos apresentou um problema muito incomum”, disse ele à TV alemã Sky.

"A final é na parte da tarde e seria muito ruim para nós correr neste final de semana.”

"Nós só conseguiríamos resolver isso fazendo três corridas seguidas, mas não é algo que queremos repetir no futuro.”

"Foi uma medida de emergência".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias