Breve história russa na F-1 tem promessa e decisão de campeonato

compartilhar
comentários
Breve história russa na F-1 tem promessa e decisão de campeonato
Por: Julianne Cerasoli
7 de out de 2014 16:14

País que estreia neste final de semana no calendário teve primeiro representante apenas em 2010

Estreante no calendário da Fórmula 1 neste final de semana, com o Grande Prêmio inaugural da pista de Sochi, a Rússia tem aumentado sua presença na categoria nos últimos anos, tanto com pilotos, quanto com patrocinadores. Isso, com direito até a papel importante em uma decisão de campeonato.

[publicidade] Provavelmente o momento mais marcante de um russo na Fórmula 1 até hoje tenha sido a performance de Vitaly Petrov no GP de Abu Dhabi, decisão do campeonato de 2010. O piloto, que conquistou o único pódio russo na história, no GP da Austrália de 2011 , ficou marcado por ter segurando o então líder do campeonato, Fernando Alonso, por 37 voltas. O título acabou ficando com Sebastian Vettel.

Petrov se despediria da Fórmula 1 em 2012, após 57 largadas e 64 pontos. Nesta temporada, a Rússia voltou a ter um representante: Daniil Kvyat, atualmente na Toro Rosso e já confirmado para ocupar a vaga de Sebastian Vettel a partir da próxima temporada, na Red Bull.

Logo na estreia, no GP da Austrália, Kvyat foi o nono colocado e se tornou o mais jovem a pontuar na história da Fórmula 1, aos 19 anos e 324 dias. Até o momento, o piloto soma oito pontos em 15 largadas e é a grande aposta russa para o futuro.

No campo dos patrocinadores, a grande presença do país está na equipe Marussia. Apesar de o time em si ser baseado na Inglaterra, seus proprietários são russos e decidiram batizar a equipe com o mesmo nome de uma montadora, que foi extinta neste ano.

O grande momento da história do time, que herdou o espólio da Virgin, criada em 2010, foi a nona colocação de Jules Bianchi no GP de Mônaco deste ano. Foi a única vez que uma das três equipes que entraram no campeonato naquele ano (a já falida HRT, Marussia – ex-Virgin - e Caterham – ex-Lotus) ficaram entre os 10 primeiros em uma corrida.
Próxima Fórmula 1 matéria
Vaga de Kvyat deve ficar com piloto da 'família Red Bull'

Previous article

Vaga de Kvyat deve ficar com piloto da 'família Red Bull'

Next article

Neurocirurgião explica lesão de Bianchi: é grave, mas dá para recuperar

Neurocirurgião explica lesão de Bianchi: é grave, mas dá para recuperar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias