Briatore: “É difícil vencer nos construtores com Raikkonen”

Antigo chefe de equipe de Benetton e Renault afirma que vitória da Mercedes na tabela de equipes era previsível

Ex-chefe de equipe de Benetton e Renault na F1, Flavio Briatore considerou que a derrota da Ferrari para a Mercedes no Mundial de Construtores de 2017 era previsível, já que a equipe italiana não obteve os resultados necessários com Kimi Raikkonen.

O finlandês, campeão mundial de 2007, atualmente está em quinto no Mundial de Pilotos, mais de 100 pontos atrás de seu companheiro, Sebastian Vettel, e inclusive atrás de Daniel Ricciardo, da Red Bull.

Com a vitória de Lewis Hamilton no GP dos Estados Unidos, a Mercedes garantiu seu quarto título de construtores consecutivos.

“Certamente é difícil vencer o título de construtores com Raikkonen. Para vencer, você precisa ter dois pilotos que são competitivos, aí você identifica qual é aquele para vencer o campeonato de pilotos”, disse Briatore, em entrevista ao jornal espanhol Marca.

O italiano, banido da F1 após o escândalo do acidente proposital de Nelsinho Piquet no GP de Cingapura de 2008, já venceu o título de equipes em três oportunidades: 1995 com a Benetton, 2005 e 2006 com a Renault.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias