Brundle: McLaren e Williams estão em ‘limbo’ dentro da F1

compartilhar
comentários
Brundle: McLaren e Williams estão em ‘limbo’ dentro da F1
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
12 de jan de 2019 17:18

Comentarista da TV britânica vê times em situação distinta frente a resto do grid da categoria

Williams e McLaren são duas das mais bem-sucedidas equipes da história do mundial de Fórmula 1, conquistando 17 títulos de construtores e 296 vitórias somadas, mas nenhuma delas vence uma corrida desde 2012.

A Williams não conquista um título desde Jacques Villeneuve em 1997, e mesmo tendo desfrutado de um retorno às primeiras posições no início da era de motor turbo-híbrido V6 em 2014, foi a última no campeonato de construtores em 2018. A McLaren não consegue um pódio desde o início da temporada de 2014 e está sem título desde o primeiro triunfo de Lewis Hamilton em 2008.

Falando no Autosport International Show, Martin Brundle, comentarista da Sky Sports F1 da Inglaterra, disse: "o problema com a Williams e até certo ponto com a McLaren é que eles estão fora de onde você precisa estar hoje na Fórmula 1".

"Você precisa ser uma equipe de fábrica ou uma equipe B no estilo Haas e Toro Rosso. Isso deixa um vazio no meio, onde Williams e McLaren se encontram, porque não são equipes de fábrica e certamente não são equipes B. Vamos esperar e ver se isso funciona para eles. Espero que sim, de certa forma.”

"Mas é difícil para eles quando estão lutando contra uma equipe como a Haas, que tem um modelo de negócios completamente diferente e está recebendo muitas coisas da Ferrari e da Dallara."

Várias equipes de F1, incluindo a McLaren, criticaram a Haas durante a temporada de 2018 por seu relacionamento com a Ferrari, que abastece a equipe americana com várias peças, conforme permitido pelos regulamentos.

Brundle disse que a única maneira de proteger equipes independentes contra tais relacionamentos seria forçar a Haas a sair da F1, e ele insistiu: "eu não quero ver o final da Haas, ou equipes como essa”.

"Nós temos apenas 20 carros no grid. Você tem que cuidar de seus bilionários independentes, você tem que cuidar de seus fabricantes também. Tem que haver algo para todos.”

"Eu imagino que o [chefe esportivo de F1] Ross Brawn esteja lutando todos os dias tentando encontrar um modelo para o futuro da Fórmula 1."

A McLaren contratou o ex-chefe da Porsche na LMP1, Andreas Seidl, como diretor administrativo, para concluir uma significativa reforma administrativa nos últimos 12 meses.

"Seidl é obviamente um homem muito bem sucedido no mundo da Porsche e seu currículo fala por si", disse Brundle.

"A McLaren está se reestruturando, você pode ver o que eles estão fazendo. Muito claramente eles o veem encaixando onde ele precisa estar, com Zak [Brown, CEO da equipe] e Gil [de Ferran, diretor esportivo]. Parece um compromisso sensato para mim.”

"É outro tijolo na parede da McLaren tentando voltar onde eles pertencem."

Next article
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Martin Brundle
Equipes McLaren Shop Now , Williams
Autor Scott Mitchell