Bruno Senna confia na estratégia de corrida para se sair bem na Itália

Piloto, que ficou no Q2 e larga em 13º, diz sentir que ainda falta algo no rendimento de sua Williams para andar melhor

Bruno Senna se classificou em 14º no Grande Prêmio da Itália. Entretanto, o brasileiro irá largar em 13º, em virtude da punição de seu companheiro de equipe Pastor Maldonado, que perde dez colocações no grid. O piloto comentou ao TotalRace que o sábado de classificação foi bom, mas que faltou um pouco para conseguir um desempenho melhor.

"Foi tudo normal, mas faltou um pouquinho no carro, um pouquinho na volta. Ia ser difícil passar para o Q3, o Pastor teve um pouco de dificuldade, estamos um pouco fora", revelou Senna.

O piloto da Williams ainda disse que seu carro tem um desempenho um pouco melhor com os compostos mais duros, e que quer fazer a estratégia funcionar para conseguir um bom resultado final.

"No Q1, o carro estava melhor com o pneu duro. Parecia muito bom quando eu estava seguindo o Alonso. Mas amanhã temos vários jogos novos e temos que fazer a estratégia funcionar, vamos ver o que acontece. Se conseguirmos fazer com que os pneus não se desgastem tanto, temos boa chance de fazer uma boa prova", disse, otimista.

O final de semana do companheiro de Bruno, Pastor Maldonado, já estava comprometido pelas 10 posições que o venezuelano perderia no grid por punições remanescentes do GP da Bélgica. E o desempenho ruim da Williams piorou a situação do piloto, que larga em 22º.

“Não foi o melhor dia para nosso carro, pois sofremos com a falta de ritmo e na última volta do Q2 não consegui acertar. Estão todos muito próximos e será uma corrida dura, mas testamos bastante com mais combustível, então estou animado para ver o que podemos fazer.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Pastor Maldonado , Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias