Bruno Senna confirma que seu foco para 2012 é a equipe Renault

Brasileiro admite que concorrência por uma vaga no time é acirrada, mas aponta que os pilotos com maiores chances no momento são ele e o francês Romain Grosjean

Bruno Senna tem trabalhado nesta semana para fechar o apoio de empresas para a equipe Renault

Bruno Senna vive uma semana decisiva neste GP do Brasil. Ao mesmo tempo em que busca um bom resultado no encerramento da temporada, trabalha bastante também nos bastidores por sua permanência na Fórmula 1. O foco, isso não é segredo para ninguém, é a equipe Renault.

“É onde está minha melhor chance. Estamos negociando com eles há algum tempo e eles tem uma experiência boa comigo dentro da equipe. Temos outras opções, mas o trabalho mais ativo é com eles”, disse o brasileiro em uma coletiva de imprensa na manhã de hoje em São Paulo.

O piloto admite que trazer um bom pacote de patrocínio é primordial para que isso aconteça. “Em termos de performance, estamos tendo bastante o interesse de equipes. Mas não é tão simples trazer um pacote completo. Estamos focado em trazer parceiros para essa equipe e, se as coisas mudam muito tarde no jogo, isso não facilitaria a negociação”. afirma.

Senna admite que “todos os pilotos que estão no mercado” estão na briga por um lugar na equipe. Mas acha que o principal adversário nessa disputa de bastidores é o francês Romain Grosjean, terceiro piloto do time. “Ele tem o suporte da parte francesa da equipe, e é natural que haja esse empurrãozinho. Somos os pilotos mais perto de uma vaga no ano que vem. Outros pilotos também têm se aproximado da equipe, viram que ela tem potencial de ir além. Mas é uma disputa acirrada”, analisou.

O TotalRace apurou que os empresários de Kimi Raikkonen contataram a direção do time em Abu Dhabi. E que houve anteriormente uma troca de e-mails entre Rubens Barrichello e Eric Boullier. O chefe de equipe também não confirmou a permanência de Vitaly Petrov na equipe em 2012 numa entrevista ao TotalRace. Bruno Senna comentou sobre isso: “Na Fórmula 1, os contratos são sempre discutíveis. Mas pelo que eu saiba, o Petrov está ali dentro e está na dele. Eu estou negociando a renovação do assento que eu estou ocupando”, considerou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias