Bruno Senna vê carros de 2012 tão velozes quanto os de 2011

Piloto brasileiro comparou o novo carro da Williams ao Renault que pilotou no ano passado e se mostrou tranquilo quanto ao desempenho do FW34

Bruno Senna completou 249 voltas em dois dias de testes nesta semana

Bruno Senna teve motivos para sair satisfeito com a primeira bateria de testes da pré-temporada. Ele foi o piloto que mais quilometragem acumulou dentre os 23 que foram à pista em Jerez de la Frontera, com um total de 249 voltas. E embora sua melhor volta tenha ficado a 1s7 do melhor tempo de um carro novo na semana, o brasileiro demonstrou tranquilidade. “Foram dois dias de testes mais funcionais. Os testes de performance começarão em Barcelona”, falou ele aos jornalistas presentes no circuito espanhol.

O brasileiro pôde fazer uma boa comparação do FW34, o novo modelo da Williams, com o R31, carro da Renault que pilotou no ano passado. Afinal, os dois são empurrados pelo mesmo motor. Bruno: “São carros com conceitos completamente diferentes. A dirigibilidade do FW34 me parece mais tranquila, a tração é mais fácil. Mas cada carro tem seus pontos fortes e fracos e já conseguimos identificar onde precisamos trabalhar para fazer um carro mais rápido e que lida melhor com os pneus”.

A certeza que o piloto brasileiro sai da primeira semana de testes é que a geração 2012 dos carros da Fórmula 1 não ficará devendo para a anterior, mesmo com a proibição dos difusores soprados e a consequente perda de pressão aerodinâmica. “Não acho que a gente tenha perdido velocidade. No ano passado todo mundo pôde entender mais como funcionam estes pneus, então o desenho dos carros novos já trazem isto. Acredito que os tempos de volta deste ano serão parecidos aos de 2011”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias