Button avisa: "Aqui será mais difícil do que na Malásia"

Inglês da McLaren torce para que peças novas ajudem a melhorar o carro, mas vê oportunidade perdida em Sepang

Jenson Button saiu da Malásia sem nenhum ponto no bolso, após abandonar a prova nas voltas finais, mas animado com a melhora pronunciada da McLaren. Ainda que reconheça que uma série de circunstâncias o fez acreditar que poderia até chegar ao pódio, o inglês se mostrou bem mais otimista do que após o GP da Austrália.

“Ficamos muito felizes com a performance do carro na Malásia. Fiquei feliz em guiar o carro, o que me surpreendeu. Ainda não somos rápidos o bastante, mas a pausa de três semanas foi ótima para que pudéssemos estudar os dados. Chegamos aqui com novas peças, que devem ajudar no desenvolvimento no futuro”, revelou.

“Fomos ajudados pelo final de semana ruim da Lotus, pela quebra da asa dianteira de Fernando, e talvez as Force India estivessem na nossa frente sem os problemas que tiveram. Foi um ótimo final de semana para pontuar e não conseguimos muitos. É difícil dizer, mas acho que tínhamos chance de pódio na Malásia, mas aqui será mais difícil e precisamos melhorar o carro.”

Para a China, Button acredita que a equipe continuará evoluindo. “Não é um circuito ondulado, mas há alguns saltos em alta velocidade e é esse nosso problema – o carro se desconfigura e não para de saltar. Mas vamos ver se ainda veremos isso aqui. Tenho o sentimento de que tenham conseguido melhorar isso com as mudanças que fizemos no carro.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias