Button diz que companheiro japonês merece chance de correr na F1

compartilhar
comentários
Button diz que companheiro japonês merece chance de correr na F1
Rachit Thukral
Por: Rachit Thukral
2 de dez de 2018 12:13

Jenson Button sente que Naoki Yamamoto é talentoso o suficiente para correr na categoria depois de vencer o campeonato de Super GT com ele em 2018

Jenson Button e Naoki Yamamoto conquistaram o título de 2018 da GT500 em Motegi no dia 11 de novembro, derrotando Nick Cassidy e Ryo Hirakawa em um confronto tenso.

Yamamoto também ganhou o título da Super Fórmula deste ano, se tornando o primeiro piloto em 14 anos a ser coroado campeão nas duas principais séries do Japão em uma única temporada.

Button, tendo trabalhado em estreita colaboração com Yamamoto ao longo do ano, acredita que a capacidade do piloto de 30 anos de ser rápido em monopostos e GT significa que ele está pronto para lidar com a pressão da F1.

"Eu, pessoalmente, acho que esse cara deveria estar na F1", disse o campeão de 2009. “Quer ele queira ou não, essa é a minha opinião.”

"Vendo o que ele conseguiu na Super Fórmula, que acho que foi um bom campo de testes, é só você olhar para [Pierre] Gasly e também Stoffel [Vandoorne] e muitos outros pilotos. Ele também tem diversidade em sua condução.”

"Então ele é campeão na Super Fórmula, campeão em Super GT. A riqueza na experiência de diferentes tipos de corridas, tudo isso ajuda quando você se encontra sob pressão no topo."

Champion Naoki Yamamoto, Mugen

Champion Naoki Yamamoto, Mugen

Photo by: Masahide Kamio

Os sucessos na Super Fórmula e na Super GT permitiram que ele atingisse o limite de 40 pontos exigido para uma superlicença.

Apesar de não ter havido discussões públicas sobre a entrega de um assento a Yamamoto, a Honda está pesando em um treino de F1 para o japonês.

Button apoiou Yamamoto para tal, dizendo que "esta oportunidade não vem frequentemente para muitas pessoas."

"O conselho inicial [para Yamamoto] é que, se você tiver a oportunidade de participar de um teste no carro de Fórmula 1, terá que fazer isso", disse ele. "Você realmente tem que fazer.”

"Mesmo se você não acha que vai conseguir um lugar na competição ou [está] feliz com a maneira como está correndo, deve sempre dar uma chance porque essa oportunidade não é muito frequente para muitas pessoas.”

“Especialmente agora que está ficando cada vez mais difícil. Se você tiver a oportunidade de guiar, você tem que ir lá. É algo que vale a pena tentar.”

Yamamoto diz que inicialmente relutou com uma oportunidade na Fórmula 1, citando sua idade e falta de experiência em corridas na Europa, mas desde então mudou de idéia.

Ele foi convidado pela Honda para o GP de Abu Dhabi, onde teve uma visão mais próxima da ação da garagem da Toro Rosso.

"Mesmo que eu tenha a oportunidade de guiar, há coisas como a idade [que serve como obstáculo]", disse Yamamoto.

"Foi a minha ideia original que eu pensei que não deveria guiar [mesmo que houvesse uma chance], que eu não deveria levantar minha mão."

"Conversei com a Honda, conversei com minha família e consultei pilotos seniores [da Honda]. Não consegui chegar a uma conclusão sozinho, então perguntei a várias pessoas sobre isso e reafirmei meus sentimentos.”

"Como resultado, acho que agora não quero deixar de ter essa oportunidade."

Colaboração de Tomohiro Yoshita

Next article
Todt: O melhor período da minha vida foram os campeonatos de Schumacher

Previous article

Todt: O melhor período da minha vida foram os campeonatos de Schumacher

Next article

Hamilton sofre pequena queda durante teste em moto de Superbike

Hamilton sofre pequena queda durante teste em moto de Superbike
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , Super GT
Pilotos Jenson Button Shop Now , Naoki Yamamoto
Equipes Team Kunimitsu
Autor Rachit Thukral