Button diz que segundo lugar foi por causa de pit stop relâmpago da McLaren

Time cravou 2s31 na última parada do inglês, quebrando um recorde histórico na Fórmula 1 de troca de pneus mais rápida

Após sofrer com um desempenho aquém do normal nas últimas corridas, Jenson Button contou, além de outras coisas, com um trabalho fenomenal da McLaren em seu último pit stop, que lhe deu oportunidade de brigar pela ponta da corrida e terminar o Grande Prêmio da Alemanha na segunda colocação.

A McLaren quebrou o recorde histórico da Fórmula 1 ao fazer a troca dos quatro pneus de Button em um tempo de 2s31, que segundo Jenson comentou ao TotalRace, foi crucial para que conseguisse ir ao pódio.

"A equipe fez um excelente trabalho, pois meu segundo lugar não foi pelo meu tempo de volta, mas sim pelo fenomenal último pit stop que a equipe fez. Todos estão de parabéns", disse Jenson Button.

Após a parada, Button ainda tentou fazer com que Fernando cometesse algum erro, ou desgastasse seus pneus, mas nada disso aconteceu, ao contrário, foram os pneus de Button que acabaram mais cedo.

"No último stint eu forcei bastante para cima de Fernando em busca do desgaste de seus pneus ou de algum erro, mas ele não cometeu. Acabou que meus pneus ficaram ruins no fim da prova, mas tinha que fazer. Mas foi bom estar no pódio novamente. Tivemos um fim de semana bom como um todo, e certamente foi melhor do que pilotar na chuva", finalizou.

A McLaren, apesar de ter feito um grande trabalho na Alemanha, não está tendo um histórico bom de paradas. Em Valência, Hamilton passou por cima de um pneu na saída do pit, e no Bahrein, Mônaco e Espanha, se complicaram em várias trocas.

Assista o vídeo da troca:

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Alemanha
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias