Button: "Recebi mais apoio após o roubo do que quando fui campeão"

Piloto inglês afirma que está indo para o GP da Bélgica sem efeitos colaterais depois do assalto que sofreu durante as férias

Jenson Button falou publicamente pela primeira vez sobre o assalto que ele, a mulher e amigos sofreram durante as férias em Saint Tropez, no sul da França. Estima-se que o prejuízo foi de 450 mil dólares e que dentre os bens roubados esteja a aliança de noivado dele com Jessica Michibata.
O piloto não quis dar mais detalhes sobre o caso e disse que antes de vir para Spa esteve bem longe:

"Estive em Tóquio na semana passada e foi ótimo, com a família de Jessica e amigos, aproveitando a cidade. Foi bom principalmente após o calvário que tivemos que enfrentar. Estamos todos bem, saudáveis e estou ansioso para o fim de semana."

QUE MORAL: Cindy Crawford lembra "charmoso" Senna no Instagram

Button afirmou também que ficou animado pela resposta do público ao seu caso e as inúmeras mensagens de apoio que recebeu após o incidente.

"Foi um apoio incrível. Provavelmente mais até do que quando ganhei o título, foi muito bom. Muitas pessoas já tiveram esse tipo de experiência na vida e é algo que não desejo a ninguém."

"Mas já passou. É claro que é algo que sempre vem à sua cabeça. Estamos mais cautelosos em certas coisas, mas agora estamos aqui, seguros e essa é a coisa mais importante."

O campeão de 2009 da F1 também espera que a repercussão de seu caso ajude as pessoas a pensarem mais vezes em como se prevenir.

"Você nunca quer a presença de alguém em sua casa, que não foi convidado, principalmente quando está dormindo."

"Tenho certeza de que não será a última vez que vai acontecer a alguém, mas espero que com tantas reportagens feitas pelo meu caso, que as pessoas sejam mais precavidas", concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Pilotos Jenson Button
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias