Button se diz perplexo com falta de ritmo de Massa, que rebate

compartilhar
comentários
Button se diz perplexo com falta de ritmo de Massa, que rebate
Por: Luis Fernando Ramos
28 de mar de 2011 04:50

Inglês da McLaren lamentou a punição sofrida depois de disputa de posição com o brasileiro no começo da corrida em Melbourne

Disputa entre Felipe Massa e Jenson Button durou várias voltas

Ao final da corrida de ontem, Jenson Button não parava de citar o nome de Felipe Massa. Ao mesmo tempo em que elogiava a tenacidade do brasileiro na defesa por posição, o inglês se mostrou perplexo pela falta de ritmo do piloto da Ferrari.

“Eu não acreditava como Felipe estava lento. Ele era muito mais lento que Fernando. Não sei o que estava errado”, afirmou o inglês, que destacou ter perdido muito tempo na disputa por posição. Massa explicou ao final da prova que sua Ferrari sofreu um desgaste excessivo dos pneus traseiros.

O inglês ultrapassou Massa na 11ª volta, mas cortando a tangência da curva 12. “Estava na frente na entrada da curva, minha roda estava adiante, mas ele me forçou para fora da pista. Não tive alternativas, senão bateríamos”, explicou.

“Voltei à sua frente, mas depois o Fernando passou ele e não sabia o que fazer. A equipe me orientou a permanecer na pista e esperar por uma decisão dos comissários. Mas a Ferrari mandou Felipe para os boxes, talvez intencionalmente, e eu recebi a punição”, disse Button equivocadamente. Na verdade, a Ferrari parou Fernando Alonso primeiro (volta 12) e, se quisesse devolver a posição, o inglês poderia ter feito isso durante a12ª volta. Massa foi aos boxes na volta 13.

Apesar de frustrado, Button reconheceu, com uma ponta de amargura, que o brasileiro foi bem na sua defesa por posição. “Ele me bloqueou muito bem, tenho de admitir, deve ter praticado isso muitas vezes. As regras novas só não funcionaram na disputa com ele. Passei muita gente depois”.

Horas depois, o brasileiro rebateu as acusações de Button, afirmando que o inglês só conseguiu passar em local proibido: "Foi uma boa luta, não? Estava segurando minha posição e ele não foi capaz de me passar. Ele tentou muito, e fui capaz de ficar à frente. Depois, quando passou, foi em um local proibido. Ou me dava a posição de volta ou era punido, o que foi o caso."

(colaboraram Felipe Motta e Bruno Vicaria)

Próxima Fórmula 1 matéria
Jenson Button: "Felipe Massa é o piloto mais difícil de ultrapassar"

Previous article

Jenson Button: "Felipe Massa é o piloto mais difícil de ultrapassar"

Next article

Vettel e Átila: rumos diferentes, sonhos e amizade iguais

Vettel e Átila: rumos diferentes, sonhos e amizade iguais
Load comments