Button vê GP da China como "recomeço" para a McLaren

Inglês crê que equipe tenha encontrado o caminho para melhorar o carro. Whitmarsh celebra pausa de três semanas

Depois de sofrer com sua McLaren nas duas primeiras provas e ter sua corrida na Malásia prejudicada por um erro da equipe no pit stop, Jenson Button vê o GP da China como um recomeço da temporada. A corrida será realizada dia 14 de abril, em Xangai.

O inglês salienta que o time de Woking já sabe onde está perdendo terreno em relação aos rivais e espera que o carro evolua nas próximas etapas. “Fazer dois pontos nas duas primeiras provas obviamente não era o que tínhamos em mente no início do ano, mas acho que todos na equipe atacaram a meta de resolver os problemas. Sabemos onde estamos perdendo performance, então acho que estamos animados para ver onde podemos chegar em Xangai.”

Mesmo com o início ruim, o campeão de 2009 segue acreditando no bi. “Definitivamente acho que o campeonato está aberto, mal posso esperar para entrar no cockpit e começar a lutar novamente.”

Para o chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, o intervalo de três semanas entre os GPs da Malásia e da China foi útil para a McLaren. “Conseguimos compreender melhor o MP4-28 e estamos confiantes de que vamos implementar uma série de mudanças neste final de semana para aumentar sua janela de operação e, potencialmente, melhorar sua performance.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias