Button vence, mas Vettel fatura o bi em Suzuka

Mesmo com problemas de pneus que forçaram uma parada antecipada e o tiraram da briga pela vitória, alemão é terceiro e leva título antecipado

Sebastian Vettel, o mais novo campeão da F-1

Bastaram 15 corridas, 12 poles, nove vitórias, quatro segundos lugares, um terceiro e um quarto, sem nenhum abandono, para Sebastian Vettel conquistar um título que já estava prometido a ele desde as primeiras corridas da temporada.

Em Suzuka, no Japão, nem um problema no consumo dos pneus, que forçou uma parada antecipada e o fez cair de primeiro para terceiro, tirou de Vettel o bicampeonato. O piloto de 24 anos poderia ter vencido, mas recebeu a bandeira quadriculada com dois segundos de desvantagem para Button.
 
Os dois, inclusive, chegaram a se estranhar na largada, com Vettel espremendo Button na grama, o que gerou uma reclamação da equipe McLaren, mas nenhuma ação foi tomada por parte da direção de prova.
 
Entre os dois, ficou Fernando Alonso, que largou em quinto e fez uma prova consistente rumo ao pódio com a Ferrari, enquanto seu companheiro, Felipe Massa, sofreu com os pneus médios, se envolveu em mais um toque com Lewis Hamilton e caiu para sétimo. Mark Webber fez uma boa prova com o segundo Red Bull, largando em sexto e chegando em quarto.
 
Completando os seis primeiros, Lewis Hamilton, com a McLaren, e Michael Schumacher, que chegou a liderar a prova com a Mercedes. Os outros brasileiros fizeram uma corrida bem discreta, com Bruno Senna (Renault) em 16°, uma posição à frente de Rubens Barrichello (Williams).
 
Fechando a zona de pontuação ficaram Sergio Perez, em uma ótima atuação com a Sauber, de 17° para oitavo, Vitaly Petrov (Renault) e Nico Rosberg (Mercedes), que partiu em 23° e penúltimo. A próxima corrida acontece no espaço de uma semana, na Coréia do Sul.
 
Final
 
 
Classificação dos campeonatos
 
 
 
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Tipo de artigo Últimas notícias