Campeão, Rosberg revela alívio: “estou feliz que terminou”

26,611 visualizações

Alemão repete façanha do pai Keke e conquista campeonato de 2016 em corrida tensa em Abu Dhabi

O dia 27 de novembro de 2016 será sempre o mais doce da carreira de Nico Rosberg. O piloto conquistou neste domingo a maior consagração de sua carreira, o título mundial da Fórmula 1. Mas foi em uma corrida dramática, na qual teve de batalhar com Sebastian Vettel e Max Verstappen graças à estratégia polêmica de Lewis Hamilton.

O companheiro de Nico, que para ser campeão necessitava ganhar a prova e que o alemão finalizasse fora do pódio, tentou segurar o ritmo da corrida na liderança para que alguém atacasse o alemão.

Isso fez a corrida ser mais tensa para Rosberg. Depois de garantir o título, o piloto disse que este GP em Abu Dhabi foi um dos mais difíceis de sua vida.

“Com certeza não foi a melhor corrida que eu já tive”, iniciou Nico.

“Com Max (Verstappen) no começo e depois com todos os outros chegando no final. As últimas voltas não foram nem um pouco legais. Estou muito feliz que terminou.”

“Queria dedicar esta vitória à minha mulher e para nossa filha. Muito obrigado por tudo. Vou agradecer a todos do time depois. Foi surreal.”

Emocionado, o piloto também falou sobre ser o segundo filho de campeão a vencer um mundial na F1. Seu pai, Keke Rosberg, foi campeão em 1982.

“Estou muito orgulhoso de ter tido sucesso assim como meu pai. Ele provavelmente vai chegar aqui em meia hora. Estou muito feliz de vê-lo.”

Apesar da frieza após a prova, Rosberg também parabenizou Hamilton. “Quero congratular Lewis. Você fez uma grande temporada, foi um grande competidor, sempre muito rápido.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pista Yas Marina Circuit
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias