Campeões sofrem com chuva e ficam no Q2 na Austrália

Button, Räikkönen e Vettel têm problemas com falta de aderência no Albert Park, bandeiras amarelas e acidente

Para os campeões Jenson Button, Kimi Räikkönen e Sebastian Vettel, a classificação na Austrália não foi das melhores. Primeiro foi Kimi, que acabou perdendo sua última volta rápida depois de bater na saída da curva 3 , provocando uma bandeira amarela localizada. Com isso, Button não pôde melhorar seu tempo, e sai em 10º, um posição à frente de Kimi, após ganharem uma posição de Bottas.

Já Vettel, 12º, sofreu com a falta de aderência do seu RB10 de número 1 no molhado, e viu seu companheiro Ricciardo ser o segundo colocado.

“Não temos uma explicação neste caso, se tivéssemos saberíamos qual o problema”, disse o alemão ao TotalRace. “Sabemos que há algo errado, mas não entendemos no momento. Ontem foi um bom dia, fomos rápidos. Em termos de confiabilidade, dirigibilidade e performance, acho que é justo dizer isso. Falando de hoje, nesta manhã foi tudo ok, mas já estávamos um degrau abaixo. À tarde quando começou a chover, tive muita dificuldade com a dirigibilidade, o que fez minha vida um pouco difícil.”

“Muitas coisas aconteceram juntas, a bandeira amarela, os problemas, mas não vou culpar nada. Acontece.”

Button tinha ritmo para passar do Q2, mas não pôde melhorar seu tempo graças à batida de Kimi. “Tudo estava indo muito bem. O ritmo estava bom, especialmente no molhado, e fui o mais rápido quando fiz minha última volta lançada. Mas no final não tivemos tempo suficiente. Na única volta que eu tive, havia uma bandeira amarela na curva três, então eu obviamente tirei o pé e não consegui compensar no resto da volta.”

“Acho que estará seco amanhã, veremos. Será tudo um pouco desconhecido para nós. Mas ainda não estou pensando nisso, ainda estou muito irritado com a classificação”, disse o inglês logo após sair do carro.

Apesar do 12º lugar no treino (11º no grid), Kimi Raikkonen mostrou otimismo com o treino e a melhora do carro em relação aos primeiros treinos livres. O finlandês considerou que está indo na direção certa e disse que, mesmo sem o acidente no final do Q2, não chegaria ao Q3, pois foi atrapalhado pelo tráfego.

“A classificação não foi fácil, especialmente por causa do tráfego”, relatou. “Quando eu estava em uma volta rápida, encontrei um carro em cada curva e isso me fez não ter uma volta limpa. No final do Q2 acabei rodando e danificando a asa dianteira”, disse, sobre o acidente no final do Q2.

“De qualquer maneira, como eu já havia reduzido minha velocidade naquele momento, não acho que teria sido rápido o suficiente. É uma pena, pois, em comparação com sexta-feira, fomos rápidos e eu senti melhor o carro. Sabemos que temos muito trabalho a fazer em todas as áreas, principalmente em relação ao acerto do carro, mas, ao mesmo tempo, temos certeza que estamos na direção certa”, analisou.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button , Kimi Raikkonen , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias