Capacetes de Raikkonen carregam tradição desde o kart

Finlandês sempre confiou seus desenhos ao amigo Uffe Tägtström: "Não diria que ele é artístico, mas sabe o que quer"

Certa vez, quando perguntado sobre o significado de seu capacete, Kimi Raikkonen soltou uma de suas pérolas: “Ele protege minha cabeça”. Mas o finlandês tem um estilo bastante claro na pintura de seu casco, confiada ao amigo Uffe Tägtström, que cuida dos desenhos desde seus dias de kart.

“Normalmente, Kimi dá uma dica do que deve estar em seu capacete para a temporada seguinte. Daí faço cinco versões diferentes da idéia no computador e ele escolhe qual prefere. Ano passado, ele queria ter o número do carro. Isso já aconteceu na McLaren, mas era na parte de trás. Agora o número vai mudar do 9 para o 7, mas não há muitas mudanças para 2013, apenas novos patrocinadores”, explicou Tägtström.

De acordo com o amigo, as ideias de Raikkonen normalmente são rapidamente copiadas por colegas no paddock. “Não diria que ele é artístico, mas ele sabe o que quer e tem muita consciência sobre moda. Ele certamente é alguém de sua geração.”

O finlandês guarda todos seus capacetes, mas raramente altera seus desenhos no meio de uma temporada. No GP de Mônaco de 2012, porém, fez uma homenagem a James Hunt. “Havia essa ideia há muitos anos, mas na McLaren e na Ferrari não havia a oportunidade para usá-la. Ano passado foi perfeito e o retorno foi ótimo também”, diz Tägtström.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias