Carey: F1 manterá o glamour mesmo sem grid girls

compartilhar
comentários
Carey: F1 manterá o glamour mesmo sem grid girls
9 de fev de 2018 13:07

Diretor da categoria diz que ele próprio gostava das grid girls, mas insiste que decisão é a mais adequada para os tempos modernos

Grid girls
Grid girls
Sean Bratches, Managing Director of Commercial Operations, Formula One Group, Chase Carey, Chairman,
Grid girls
Grid girls wear local costume
The Grid Girls
Grid girls
Grid girls
Grid girls
Sean Bratches, Managing Director of Commercial Operations, Formula One Group, Chase Carey, Chairman,

Diretor executivo da F1, Chase Carey afirmou que a categoria ainda manterá seu charme mesmo com o banimento da função de grid girls nas corridas.

Na semana passada, a F1 causou controvérsia entre os fãs ao anunciar que não contaria mais com modelos no grid de largada das provas. Dias depois, foi anunciado que a função passaria a ficar com crianças e adolescentes aspirantes a pilotos que, assim, poderiam ficar mais próximos de seus ídolos.

Em entrevista ao jornal inglês The Telegraph, Carey explicou com mais detalhes a linha de raciocínio por trás da mudança.

“Acho que a reação foi aquela que esperávamos. Tivemos pessoas que gostaram e outras que ficaram preocupadas. De forma não surpreendente, muitos fãs de longa data viam aquilo como parte do esporte com que eles estão acostumados, e eu respeito isso”, disse.

“Na verdade, se você deixasse para mim, pessoalmente, eu gosto de grid girls. Mas não é uma decisão para mim: é uma decisão para os fãs. E descobrimos que um número de pessoas levantaram a questão e disseram que... não sei se ‘ofensivo’ é muito forte, mas achavam que não era apropriado com o mundo que vivemos hoje.”

“Eu entendo que muitas grid girls eram orgulhosas de fazer isso e acho isso ótimo. E, de novo, se você deixasse para mim [a decisão], eu gostava delas. Mas acho que, quando você tem muita gente que acha que aquilo era antiquado e que não pertence mais ao esporte, você precisa reconhecer isso.”

Carey acredita, porém, que a novidade não afetará dramaticamente a categoria. “Nós vamos manter o glamour. Vamos continuar com garotas bonitas nas corridas. Acho que é parte da vida e é parte que faz nosso esporte especial. É um esporte de glamour e mística. Mas acho que você precisa continuar evoluindo. No mundo de hoje, há questões diferentes do que havia 10-12 anos atrás. Não acho que as pessoas precisam ser teimosas”, completou. 

Next article
McLaren defende Alonso: “Ele sabe no que está se metendo”

Previous article

McLaren defende Alonso: “Ele sabe no que está se metendo”

Next article

McLaren: Renault melhorou em confiabilidade e potência

McLaren: Renault melhorou em confiabilidade e potência
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias