Carey: GP de Cingapura tem grande futuro na Fórmula 1

CEO da categoria, norte-americano espera assinar novo contrato com organizadores para manter mundial no país

Com o contrato do GP de Cingapura terminando neste ano, o CEO da Fórmula 1, Chase Carey, se disse focado em assegurar o futuro da corrida – a primeira a ser realizada à noite na história do campeonato.

Na véspera do evento deste final de semana, o norte-americano da Liberty Media explicou que as negociações estão em andamento e que considera Cingapura um local icônico para a F1 na Ásia.

"Ainda não concluímos a negociação, mas estamos tendo discussões positivas e certamente nosso objetivo é tentar chegar a um acordo que funciona para ambos", disse Carey à Reuters durante evento em Cingapura.

"Estamos orgulhosos da corrida, temos um bom relacionamento e nosso objetivo é chegar a um lugar onde possamos construir essa parceria a longo prazo.”

"É certamente um cenário espetacular. A cidade iluminada, corrida nas ruas. É um GP que estamos orgulhosos.”

"Em muitos aspectos, é uma corrida que ancora nossa estratégia asiática.”

"Ainda estamos no início do nosso para crescimento na Ásia, mas esta é certamente uma corrida ‘assinatura’ para a Ásia globalmente. É ótimo estar aqui."

Malásia é o único país no calendário atual que não estará no calendário de 2018, após os chefes de Sepang e a Fórmula 1 terem concordado mutuamente em terminar o contrato de forma prematura.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias