Chefe: “Alfa Romeo fez Sauber mais atraente a investidores”

Fred Vasseur diz que time suíço já enxerga frutos de parceria com montadora italiana na Fórmula 1

Depois de andar no fim do grid nas últimas temporadas da Fórmula 1, a Sauber espera sorte melhor neste ano. O chefe da equipe, Fred Vasseur, acha que é possível dar um salto nesta temporada após a chegada da Alfa Romeo.

Perguntado pelo Motorsport.com para explicar os benefícios do acordo com a Alfa Romeo em comparação com o que a Sauber tinha com a Ferrari como fornecedora de motores, Vasseur disse que tem sido "muito mais uma parceria até agora".

"Nós temos que desenvolver a colaboração", disse ele. "Para nós, é um passo muito importante porque é uma marca icônica. Assim, somos muito mais atraentes para os patrocinadores, muito mais atraentes para os caras com quem você trabalha”.

"Foi um pouco difícil no passado, e quando fizemos o anúncio recebemos muito mais interesse do que nos últimos 12 meses. Temos a sensação de que o projeto está motivando a equipe. É um grande passo à frente.”

Vasseur assumiu o comando da Sauber no meio da última temporada e foi encarregado de mover o time suíço à frente após temporadas andando no fim do grid.

Ele disse que ter influências positivas, como o acordo da Alfa, cria um efeito bola de neve e gradualmente pode permitir que a equipe seja reconstruída.

"Se você for ver em três anos – 2021, ou algo assim – o objetivo para nós é voltar ao ritmo, e estamos longe ainda", disse ele. "Mas estávamos mais longe no ano passado”.

"O primeiro passo é melhorar no grid, porque melhoraremos muito mais rápido assim que conseguirmos isso. Isso irá gerar uma motivação extra. Seremos cada vez mais atraentes para os engenheiros, para os pilotos e para todos.”

"Se você olhar para os outros projetos, a Red Bull há 10 anos ou a Mercedes há sete anos, demorou para que eles pudessem lutar pelo campeonato e vencer.”

"E no caso da Mercedes, eles assumiram a Brawn, que foi campeã mundial. E levou cinco anos para eles se tornarem campeões mundiais novamente."

Vasseur disse que é "realista" e não espera que o apoio da Alfa ou da Ferrari façam a Sauber disputar vitórias ou pódios nas próximas temporadas.

"Estamos começando do fundo do grid", disse ele. "Eu sei perfeitamente que levará tempo para entregar e melhorar”.

"Não quero dizer que não devemos fazer o máximo na semana que vem. Temos de ser melhores na próxima semana do que somos hoje, e temos de ser melhores no Bahrein do que em Melbourne.”

"Essa tem que ser a única filosofia do desenvolvimento da equipe."

Confira o guia da F1 2018

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias