Chefe da Ferrari: punição a Verstappen "não é surpresa"

Maurizio Arrivabene fala de regra clara sobre limites de pista e elogia corrida de Kimi e Vettel nos EUA

O italiano Maurizio Arrivabene disse que não foi surpreendido pela punição a Max Verstappen pela ultrapassagem em Kimi Raikkonen na última volta do GP dos EUA deste último domingo.

Para ele, o fato de ultrapassar por fora da pista resulta automaticamente em uma penalização.

"O pódio de Kimi no final não é uma surpresa", disse o italiano.

"Existe um regulamento que afirma claramente que, se você sair com as quatro rodas da pista, você deve ser punido.”

"Na verdade, me pareceu estranho que um lutador como ele permitisse que seu oponente passasse assim. Agora, tudo está mais claro e ele recuperou sua posição em um pódio que ele mereceu."

Embora os números falem contra, Arrivabene quer continuar lutando pelo campeonato até o final para quebrar a hegemonia da Mercedes na era híbrida.

"Continuamos a lutar, sempre disse e essa corrida provou. Na Ferrari, vamos lutar até a última corrida, até a última volta e até a última curva, como aconteceu hoje."

"Sebastian fez uma largada espetacular, com uma grande ultrapassagem na primeira curva, enquanto que Kimi se confirmou como um companheiro de equipe confiável e forte. Estou orgulhoso deles", disse o líder da equipe da Scuderia em Austin.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias