Chefe da Haas minimiza episódio "chupa b****" de Magnussen

Gunther Steiner acredita que não há necessidade de uma sessão de abraços entre seu piloto e Nico Hulkenberg, após GP da Hungria

Nico Hulkenberg e Kevin Magnussen se desentenderam publicamente após o GP da Hungria, com o dinamarquês dizendo para o alemão "chupar suas bolas".

Mas com ambos os pilotos ansiosos em seguir em frente, o chefe da Haas, Gunther Steiner não vê a necessidade de intervir, tendo esclarecido as coisas na manhã seguinte, no aeroporto de Budapeste.

"Era segunda-feira de manhã, às 6h. Acho que foi a última coisa que ele queria fazer e a última coisa que eu queria fazer", brincou Steiner quando perguntado pelo Motorsport.com sobre o episódio. "Mas está tudo bem."

"Em algum momento isso tem que acabar. Ninguém quer ouvir notícias antigas. Foi divertido. Nada mais precisa ser dito, não precisamos ter uma sessão de abraços entre Nico e Kevin."

"Temos nosso ponto de vista e ele tem o dele. Vamos seguir em frente."

Hulkenberg também prometeu superar o que aconteceu, tendo deixado claro seus sentimentos para Steiner na manhã de Budapeste.

"Trocamos opiniões, tivemos diferenças, mas isso é vida, acontece", disse o alemão. "Não há muito mais a dizer sobre isso."

"Depois de uma corrida, muitas vezes há emoções, você ainda está um pouco quente. Senti que tinha que compartilhar o que senti e o que tinha a dizer. Foi isso."

Fala corporativa

Steiner disse que não havia necessidade de intervir com Magnussen, mas admitiu ter brincado sobre o incidente com o dinamarquês imediatamente após o fim de semana.

"Tínhamos algumas piadas no WhatsApp e era isso. Não havia nada a fazer. Eu achei divertido."

"Minha opinião é que às vezes você tem que dizer o que você pensa, então eu não posso culpá-lo por ele não falar de maneira corporativa."

Magnussen admitiu que tinha sido uma situação bastante incomum para ele ser confrontado por uma rival após a corrida, mas disse que não tinha intenção de falar com Hulkenberg sobre as coisas.

"Não me importo", disse ele. "É muito raro que eu receba comentários negativos pelo menos de outros pilotos. Acho que ele queria que estivesse na televisão."

Magnussen também esclareceu o debate após o evento sobre o que exatamente ele havia dito a Hulkenberg: "Chupe minhas bolas, querido"ou "Chupe minhas bolas, companheiro."

"Eu não disse querido...", esclareceu o dinamarquês.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg , Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias