Chefe da Haas quer que Grosjean se acalme em rádios

Gunther Steiner diz que não conseguirá mudar temperamento de francês, mas entende que isso não seja grande problema

O chefe da equipe norte-americana Haas, Gunther Steiner, diz querer um pouco mais de calma do francês Romain Grosjean no rádio. Desde que entrou no time, o piloto tem sempre sido algo de críticas pelos comentários acima do tom normal no rádio da equipe.

Nos EUA, o time chegou a mandar o piloto “calar a boca” após repetidas reclamações.

"Em Austin, ele estava ficando muito irritado, então eu disse a ele que poderíamos ouvi-lo. Só que disse: ‘se você continuar falando, então não poderemos falar com você", disse Steiner.

"Se você estiver no rádio o tempo todo, então como vamos poder dizer a ele o que fazer? Então, alguém teve que detê-lo e foi isso."

Steiner sente que as mensagens de rádio de Grosjean foram diminuindo o tom durante 2017, mas aceita que isso seja parte da personalidade do piloto francês, algo que dificilmente vá mudar.

"Isso diminuiu, mas não fiz um estudo adequado", disse ele.

"Mesmo que tivesse estudado, não conseguiria corrigi-lo. Eu acho que ele se acalmou e percebeu que não ajuda ser assim. Não que seja bom ou ruim, mas isso simplesmente não ajuda, então, por que ficar assim e não trabalhar de forma construtiva?”

"Ele ainda tem suas explosões, mas normalmente elas são mais curtas, ao contrário de Austin  – quando tivemos um dia ruim. Falamos às vezes sobre isso, mas não sobre consertar. É mais sobre o que ele acha que ajuda. Ele se acalmou, mas ainda tem picos. Não vou mudar isso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias