Chefe da McLaren entende Hamilton ao sair das redes sociais

Zak Brown vê como “lamentáveis” comentários sobre tetracampeão e aposta: “a maioria destas pessoas pediria um autógrafo a ele”

O atual tetracampeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, terminou o ano limpando seus posts no Instagram e no Twitter após uma polêmica devido a um vídeo no qual apareceu tirando sarro de seu sobrinho, que estava brincando usando um vestido rosa.

No vídeo em questão, Hamilton diz que “meninos não usam vestidos de princesa”. Ele foi criticado por fãs e pela mídia. Após isso, o britânico se desculpou e depois excluiu todos os seus posts.

Chefe da McLaren, Zak Brown diz entender a posição de Hamilton.

“Obviamente, a quantidade de repercussão parece que o chateou”, disse Brown à Reuters.

“Chegou ao ponto em que ele disse: ‘bem, então não vou fazer mais nada."

"Isso é uma pena para todos os fãs de corrida que amam Lewis e querem saber o que ele está fazendo. Espero que essa situação se estabilize.”

"Queremos ouvir e ver o que Lewis está fazendo. Ele é o piloto mais seguido de todos. Então, se ele se retirar das mídias sociais, isso seria uma perda para todos."

A Mercedes não fez nenhum comentário oficial sobre os motivos das ações de Hamilton, embora uma fonte de equipe tenha dito que foi "apenas um pouco de higiene" para um novo começo nesta temporada.

"Eu acho que é lamentável a rapidez com que as pessoas pulam sobre ele (Hamilton)", seguiu Brown.

"Eu aposto que a maioria destas pessoas (críticos), se estivessem sentadas à frente de Lewis, ainda pediriam um autógrafo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias