Chefe da Mercedes quer fim de briga: "Aqui não é parquinho de escola"

compartilhar
comentários
Chefe da Mercedes quer fim de briga:
Por: Julianne Cerasoli
6 de jun de 2014 19:57

Paddy Lowe diz que não quer "perder tempo administrando relacionamento" de Hamilton e Rosberg

Eles tiveram um final de semana tenso em Mônaco e garantiram terem feito as pazes antes da sétima etapa do campeonato, no Canadá, mas a relação de Nico Rosberg e Lewis Hamilton continua preocupando a equipe Mercedes.

Tanto, que o diretor técnico da equipe, Paddy Lowe, avisou: faz parte do trabalho de seus pilotos resolverem quaisquer diferenças que apareçam durante a temporada.

“Eu não vou perder meu tempo administrando relações entre pilotos de maneira direta”, avisou Lowe. “É algo que eles realmente têm de trabalhar entre eles. Isso aqui não é parquinho de escola.”

Mesmo tentando manter a relação saudável, é esperado que Rosberg e Hamilton tenham desentendimentos ao longo do ano. Afinal, com a Mercedes absoluta até aqui em termos de equipamento, é quase certo que o título ficará com um dos dois.

“O lado bom é que os dois são muito maduros. Eles são competitivos, e é por isso que às vezes há problemas. Eles tiveram muitas conversas um com o outro nos últimos 10 dias, sem a ajuda de nenhum dos chefes, e chegaram aqui em grande forma. O principal é o que acontece na pista”, afirmou Lowe à Rádio BBC.

De acordo com o dirigente, a equipe deixou claro desde o início da temporada qual o comportamento que esperaria de sua dupla de pilotos.

“[O diretor administrativo] Toto [Wolff] e eu sentamos com ambos antes da Austrália e falamos o que queríamos se o carro estivesse em posição de vencer corridas. Queríamos que ambos tivessem chances iguais e dissemos que não controlaríamos as corridas. É importante que eles possam disputar um com o outro sem instruções para segurar posição porque isso não seria satisfatório”, apontou.

Uma das provas da igualdade interna da equipe, segundo Lowe, é a forma como é decidido quem faz a tentativa por último na classificação. “Para fazer com que seja justo alternamos quem tem a escolha de sair antes ou depois do companheiro. Esse é um exemplo de regra que temos e que é muito clara para ambos os pilotos.”
Próxima Fórmula 1 matéria
McLaren mira superar Williams e Force India no Canadá

Previous article

McLaren mira superar Williams e Force India no Canadá

Next article

Com Alonso "bastante satisfeito", Ferrari mostra evolução no Canadá

Com Alonso "bastante satisfeito", Ferrari mostra evolução no Canadá
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias