Chefe da Mercedes vende parte de suas ações da Williams

Toto Wolff agora tem cerca de 5% da equipe; empresário norte-americano ganha espaço no time de Grove

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, vendeu parte de suas ações na Williams para o norte-americano Brag Hollinger. O austríaco, que já havia vendido 5% para o mesmo empresário em junho de 2014, agora só tem cerca de 5% do time de Grove.

[publicidade] Hollinger, que agora é um dos maiores acionistas da equipe – o dono, Frank Williams, tem 52% e o ex-diretor técnico, Patrick Head, tem 10%, mesmo número do americano – não é muito conhecido no mundo da Fórmula 1. O empresário fez fortuna com uma empresa chamada Vibra Healthcare, que possui hospitais nos Estados Unidos.

Quando vendeu a primeira parte das ações, Wolff descreveu Hollinger como “um fã das corridas, que possui carros de F1 antigos. Ele não quer se envolver com as questões a longo prazo dos negócios da categoria.”

Mesmo com o envolvimento com a Williams, Wolff foi contratado para chefiar o projeto de Fórmula 1 da Mercedes em 2013, chegando ao título mundial no ano seguinte.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias