Chefe da Mercedes vende últimas ações da Williams

compartilhar
comentários
Chefe da Mercedes vende últimas ações da Williams
Pablo Elizalde
Por: Pablo Elizalde
9 de mar de 2016 16:25

Toto Wolff negociou seus últimos 5% de participação da Williams a Brad Hollinger, executivo ligado a área da saúde nos Estados Unidos

Frank Williams, Proprietário da equipe Williams
Felipe Massa, Williams FW38
Felipe Massa (BRA) Williams FW38

Toto Wolff, chefe da Mercedes na F1, vendeu sua última parte acionária da Williams, de acordo com o anunciado nesta quarta-feira. Wolff negociou 5% da escuderia britânica a Brad Hollinger, executivo ligado a área da saúde norte-americano. Outros 5% já haviam sido comercializados há dois anos, para o mesmo empresário.

"Estou surpreso sobre quão emocional estou neste dia: estar cortando meus laços comerciais com Sir Frank Williams e toda a equipe", disse Wolff.

"Estou orgulhoso de ter participado de uma equipe com verdadeiros amantes do esporte a motor. Aprendi algumas lições da maneira mais difícil, mas todos elas foram valiosas para a compreensão da indústria."

"Hoje vejo com orgulho o fato de ter sido o primeiro IPO (termo usado para quem compra ações de uma companhia que acabou de virar uma empresa de capital aberto) de uma equipe de F1 em Frankfurt e poder ver a próxima geração da família Williams com um futuro brilhante."

"O plano de vender minha participação foi um acordo de longo prazo com a Daimler em 2013. Mas era importante encontrar o investidor certo, que estava fazendo isso pelas razões certas."

"Brad é o cara. Ele é um homem de negócios sério, com perspectivas de longo prazo com a Williams e também com a F1 e um verdadeiro apaixonado por corridas. Desejo a ele e toda Williams tudo de melhor para o futuro."

"Sempre vou lembrar deste período com gratidão pelas lições que aprendi com Sir Frank e sua equipe. Foi um grande privilégio fazer parte da história Williams."

Com o negócio, Brad Hollinger se torna o segundo nome com mais ações da equipe, perdendo apenas para Frank Williams, que detém 52% da companhia.

Antes da venda de Wolff, o co-fundador Patrick Head também tinha 10%, assim como Hollinger.

"Toto se tornou um grande amigo da Williams ao longo dos últimos anos e nós agradecemos toda sua contribuição no momento de grande transformação para a nossa empresa, desde que ele investiu em 2009", disse Frank Williams.

"Com o papel que tem hoje na Mercedes, ficou inevitável ele desacelerar sua participação na Williams. Só tenho a agradecer em vender sua parte para a pessoa certa."

"Toto vendeu sua participação para um homem de negócios altamente bem sucedido com uma imensa paixão pela F1 e pela nossa equipe. É um grande trunfo."

Próxima Fórmula 1 matéria
Porsche mostrou como equipes de F1 devem testar, diz Webber

Previous article

Porsche mostrou como equipes de F1 devem testar, diz Webber

Next article

Pirelli diz que achou estranho times testarem ultramacio

Pirelli diz que achou estranho times testarem ultramacio
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes Shop Now , Williams
Autor Pablo Elizalde
Tipo de matéria Últimas notícias