Chefe da Red Bull crê que pilotos recebam demais atualmente

Consultor da equipe dos energéticos, Helmut Marko dispara: “os carros são mais fáceis de guiar e os pilotos estão fazendo menos"

Homem forte de Dietrich Mateschitz (fundador da Red Bull) na Fórmula 1, Helmut Marko acredita que os pilotos atualmente recebam demais por um trabalho que não é mais tão difícil quanto há alguns anos.

"Basicamente, os pilotos de hoje são pagos em excesso", disse o consultor ao jornal alemão Bild. Clique aqui para ver quanto ganha cada piloto.

"Duas razões: primeiro, hoje em dia há apenas um pequeno risco de um acidente grave ou uma fatalidade. Segundo, jovens talentos como Verstappen ou Wehrlein podem facilmente fazer 100 voltas sem esforço com esses carros em qualquer pista.”

“Anteriormente, até mesmo Vettel tinha de fazer pausas porque não estava acostumado com as forças elevadas. Isso significa que os carros são mais fáceis de guiar e os pilotos estão fazendo menos", acrescentou Marko.

Tricampeão mundial e atualmente na equipe Mercedes, Niki Lauda, no entanto, não concorda com as observações de seu compatriota austríaco. "Os pilotos não ganham muito", disse ele.

"Não devemos esquecer da renda que a Fórmula 1 gera a cada ano e quanto os pilotos contribuem para isso", acrescentou Lauda.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias