Chefe da Red Bull duvida de ameaças de saída da Ferrari

compartilhar
comentários
Chefe da Red Bull duvida de ameaças de saída da Ferrari
6 de dez de 2017 15:39

Christian Horner vê entrada da Alfa Romeo pouco condizente com fala do presidente Sergio Marchionne

Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Alfa Romeo Sauber livery unveil
Chase Carey, Chief Executive Officer and Executive Chairman of the Formula One Group and Sergio Marchionne, CEO FIAT at Ferrari 70th Anniversary
Alfa Romeo Sauber livery unveil
Sergio Marchionne, CEO FIAT
Alfa Romeo Sauber livery unveil

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que duvida de uma saída da Ferrari da Fórmula 1 após a entrada da Alfa Romeo, pertencente ao mesmo grupo, como parceira da Sauber a partir da próxima temporada.

Para Horner, a ameaça de Sergio Marchionne é mais uma dentre as históricas ameaças da Scuderia que nunca se concretizaram.

"A Alfa Romeo está sob a mesma direção de Sergio, então não posso acreditar que ele tenha trazido Alfa Romeo para a F1 para a Ferrari sair em alguns anos", disse Horner em entrevista à Reuters.

"Eu acho que demonstra que a Fórmula 1 está obviamente trabalhando e criando o reconhecimento.”

"Caso contrário, o grupo não teria trazido a marca Alfa para Fórmula 1.”

"A Fórmula 1 precisa da Ferrari e a Ferrari precisa da Fórmula 1. É um casamento de conveniência em muitos aspectos. Mas ambas as entidades precisam uma da outra.”

"E certamente queremos a Ferrari na Fórmula 1. É uma das maiores marcas do mundo e eles são uma ótima equipe para competirmos contra".

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo se diz pronto para luta “divertida” com Verstappen

Previous article

Ricciardo se diz pronto para luta “divertida” com Verstappen

Next article

Bottas diz que temporada 2017 foi “decepcionante”

Bottas diz que temporada 2017 foi “decepcionante”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias