Chefe da Sauber critica incidente entre pilotos: “não deveria acontecer”

Após toque de Nasr em Ericsson, Monisha Kaltenborn se diz chateada com atitude de ambos os pilotos

O incidente do início do GP dos EUA envolvendo os dois carros da Sauber não foi bem recebido pela chefe da equipe, Monisha Kaltenborn. Após a prova ela se confessou frustrada com o ocorrido nas primeiras voltas, quando Nasr acertou a traseira do carro de Ericsson.

"Este tipo de coisas simplesmente não podem acontecer", disse Kaltenborn à Autosport.

"É ótimo ter duelos decentes e saudáveis. Os dois pilotos tem respeito um pelo outro. Mas esse tipo de coisa não deve acontecer. Nós definitivamente vamos ter uma palavra com os dois.”

“Estou chateada. Estes erros não deveriam acontecer. Somos muito melhor do que isso."

Nasr e Ericsson tiveram diferentes pontos de vista a respeito do acidente.

"Fiz uma boa ultrapassagem no último setor depois tivemos uma boa luta", disse Ericsson.

"Na reta dos boxes ele estava bem atrás de mim, mas na primeira curva tínhamos bandeiras amarelas, então não achei que fosse para me defender. Mas ele tentou fazer a manobra e bateu direto na traseira do meu carro. Tivemos sorte de não abandonar com ambos os carros.”

"As imagens de TV são claras, ele bate no meu carro."

Nasr disse: "Quando você está de intermediários, toma diferentes linhas.”

"Indo para a curva 1, tive certeza que ele tinha me visto, mas acho que ele não viu. Não tive a intenção de fazer uma ultrapassagem. Só coloquei o carro por dentro.”

"De qualquer forma, foi o único dano. Só comprometeu a minha corrida."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Marcus Ericsson , Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias