Chefe da Sauber critica Magnussen após fechada em Leclerc

compartilhar
comentários
Chefe da Sauber critica Magnussen após fechada em Leclerc
Por: Adam Cooper
8 de out de 2018 11:51

Vasseur se diz descontente com conduta do dinamarquês: “ele está envolvido em todos os grandes acidentes ao longo da temporada”

O chefe da Sauber, Fred Vasseur, apoiou seu piloto Charles Leclerc e disse que Kevin Magnussen esteve envolvido "em todas as grandes batidas" durante a temporada de 2018 da Fórmula 1.

Leclerc acertou a traseira da Haas de Magnussen na aproximação da primeira curva em Suzuka quando os dois se moveram para a direita na segunda volta do GP do Japão.

Ambos puderam continuar, embora Magnussen tivesse furado seu pneu traseiro e Leclerc fosse obrigado a trocar seu bico depois. Os comissários da FIA consideraram que os dois pilotos se moveram ao mesmo tempo e, portanto, julgaram um incidente de corrida.

Vasseur concordou com seu piloto de que a manobra de Magnussen foi perigosa e pediu à FIA para que puna o dinamarquês antes que haja um grande acidente.

"Do meu ponto de vista, era óbvio, mas não houve nenhuma ação", disse Vasseur ao Motorsport.com.

"Fiquei um pouco surpreso. Ele está envolvido em todos os grandes acidentes ao longo da temporada, se você der uma olhada. Eu não sou quem julga, é a FIA. Eles têm que tomar decisões ou não. A manobra foi perigosa, ele está sempre se movendo atrasado e um dia teremos um grande acidente.”

"Quando você está a 320km/h, é mais que perigoso."

Vasseur estava confiante de que Leclerc, que acabou abandonando com uma falha no carro, teria um bom resultado.

"Acho que tivemos uma boa primeira parte da corrida, o ritmo estava lá", disse Vassuer. "Tivemos que parar no Safety Car para trocar o bico, e tentamos adotar outra estratégia, mas o estrago estava feito.”

"É uma pena porque acho que o ritmo foi bom novamente.”

"Foi a primeira vez dele em Suzuka, e com certeza não é fácil. Ele foi sexto no Q1, mas nós temos que ser capazes de colocar tudo junto. É muito apertado entre sétimo e 17º, e um pequeno erro e você na parte de trás."

Vasseur não enxergou nenhum problema com a colisão entre Marcus Ericsson e seu companheiro de equipe Leclerc na chicane na relargada após o Safety Car, que danificou ambos os carros.

"Todo mundo freou muito, muito tarde e com força sob o Safety Car", disse.

Próxima Fórmula 1 matéria
Vietnã se prepara para receber a F1 a partir de 2020

Previous article

Vietnã se prepara para receber a F1 a partir de 2020

Next article

Renault confirma pilotos da F2 em teste de pneus em Suzuka

Renault confirma pilotos da F2 em teste de pneus em Suzuka
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen , Charles Leclerc
Equipes Sauber
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias