Chefe da Sauber se preocupa com Manor e Haas em 2016

Após temporadas complicadas nos últimos anos, time suíço não mostra otimismo para lutar com time novo e pior equipe da F1

Tentando o início da volta por cima em sua história na temporada de 2015, a Sauber teme que possa ter problemas no ano que vem.

Para a chefe do time, Monisha Kaltenborn, o fato de a Manor conseguir motores da Mercedes e a vinda da equipe norte-americana Haas – e com uma parceria grande com a Ferrari - assusta. Mesmo assim, ela se alegrou com a melhora ante ao desempenho do ano passado.

"Eu estou a princípio feliz, porque, em muitos aspectos, voltamos para onde nós estávamos, mas acho que há mais potencial que temos de utilizar no próximo ano, por isso não estou totalmente feliz", disse Kaltenborn.

"Temos a Manor entrando com um nova parcera de motor, e nós temos uma nova equipe que, vendo pela imprensa, tem tido uma cooperação intensiva de outra equipe. Sei que vai ser muito difícil de marcar pontos.”

“Acho que realmente cada um vai ter de trabalhar muito para isso. Muita coisa terá que dar errado para os outros para marcarmos um ponto."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias