Chefe de equipe da Renault deixa cargo após um ano

Frederic Vasseur entra em acordo com dirigentes da marca francesa e está fora do time com efeito imediato

Frederic Vasseur acertou nesta quarta-feira (11) sua saída da Renault. O francês, que teve grande sucesso nas categorias juniores como chefe da ART, juntou-se à Renault no início da temporada passada, quando começou uma reestruturação interna no time.

O time passou por uma temporada difícil em 2016. Vasseur trabalhou com o diretor-executivo da Renault F1, Cyril Abiteboul, na reestruturação e em contratações para ajudar o time a avançar no longo prazo.

Durante o meio da campanha, Vasseur se tornou diretor da equipe, com Abiteboul mudando de papel dentro da fábrica de Enstone para ajudar a guiar a operação.

No entanto, entende-se que Vasseur tinha diferenças de opinião com seus superiores sobre a direção que a equipe precisava tomar, e sentiu que seria melhor que ele não ficasse mais no time.

"Depois de uma primeira temporada de retorno e reconstrução de sua equipe na Fórmula 1, a Renault Sport Racing e Frederic Vasseur concordaram por meio de mútuo consentimento de seguir caminhos diferentes de maneira efetiva a partir de hoje", disse um comunicado.

"Ambas as partes permanecem empenhadas em manter a boa relação de trabalho que têm desfrutado e esperam que isso tome uma nova forma em algum momento no futuro."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias