Chefe destaca mudança de atitude de Vettel na Ferrari

Maurizio Arrivabene diz que piloto alemão era obcecado por detalhes quando chegou, mas relaxou no ambiente aos poucos

Tetracampeão da Fórmula 1, Sebastian Vettel teve uma temporada muito ruim em 2014. Na Red Bull, ele foi ofuscado pelo australiano Daniel Ricciardo. Isso o levou a aceitar um convite da Ferrari para se juntar ao time em 2015.

Com a mudança, o alemão chegou à equipe obcecado por todos os detalhes para voltar a vencer. No entanto, esta postura foi mudada ainda nas primeiras semanas, o que para o chefe, Maurizio Arrivabene, foi a chave para o sucesso da parceria.

"Ele é um cara que saltou para o mundo da Ferrari realmente em 360 ​​graus", disse Arrivabene. "Ele não chegou com a aparência de um tetracampeão, mas com a atitude de uma pessoa normal.”

"Devo dizer que já vi muitas qualidades nele. No início, ele era obcecado em certos detalhes, mas quando começou a aprender mais sobre a Ferrari, percebeu que era uma grande empresa, com uma grande equipe.”

Novo ambiente

Quando perguntado em quais áreas Vettel era obcecado, Arrivabene disse: "Quando você está muito atento aos detalhes, você acha que falar sobre sua experiência passada pode trazer algo de útil. Mas não foi assim."

"Eu acho que, para ele, esta foi uma lição que o ajudou a se integrar ainda mais. Posso dizer que foi um erro que eu mesmo cometi no início.”

"Eu pensei que chegaria em Maranello e mudaria muitas coisas. Mas, em vez disso, a primeira coisa que fiz foi tentar entender onde eu estava.”

"Quando eu percebi, pensei: ‘aqui é uma empresa com uma grande história. O que posso fazer é apenas conhecê-la bem e, em seguida, tentar dar a minha contribuição no conhecimento e adicionar apenas uma linha em um livro que foi escrito por um certo Enzo Ferrari’."

Relacionamento com Raikkonen

Arrivabene também disse que um dos fatores positivos da temporada também foi o relacionamento de Vettel com Kimi Raikkonen.

"A coisa mais importante é que Vettel também tem um ótimo relacionamento com Kimi", explicou. "A beleza é que mesmo que já estivesse bem integrado em Maranello, ele não criou uma parede com o outro piloto.”

"Eles viajaram juntos para Austin, fazem isso à vezes. E muitas vezes eles trocam informações no briefing, o que está ajudando muito."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias