Chefe elogia: Hulk teve corrida “notável” em Hockenheim

compartilhar
comentários
Chefe elogia: Hulk teve corrida “notável” em Hockenheim
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
24 de jul de 2018 20:28

Renault celebra grande atuação de alemão em seu GP de casa: “uma daquelas provas em que Nico foi realmente incrível"

Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18, leads Sergey Sirotkin, Williams FW41
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18, leads Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18, leads Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18, leads Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, Charles Leclerc, Sauber C37, Sergio Perez, Force India VJM11, and Fernando Alonso, McLaren MCL33
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, leads Charles Leclerc, Sauber C37
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18

O quinto lugar de Nico Hulkenberg no GP da Alemanha foi "notável", de acordo com o chefe da equipe, Cyril Abiteboul.

Hulkenberg terminou como o melhor do resto atrás das três equipes grandes, apesar de ter tido bolhas em seus pneus no início da corrida. Ele também mudou para os pneus intermediários quando a chuva chegou, antes de voltar rapidamente para os slicks ainda atrás do Safety Car.

De maneira crucial para as aspirações da Renault no campeonato de construtores, Hulkenberg venceu os pilotos da Haas, Kevin Magnussen e Romain Grosjean, que se classificaram à sua frente no sábado.

"Foi bom, foi uma daquelas corridas em que Nico foi realmente incrível", disse Abiteboul ao Motorsport.com após a corrida.

“Muitas coisas acontecem, mas ele conseguiu se concentrar no que tinha que fazer, forneceu as instruções certas para a equipe. Nada menos, nada mais. Uma corrida notável. Eu gostaria que ele pudesse dar mais um ou dois passos em direção ao pódio, mas isso não aconteceu.”

"Mas claramente, na frente de seus fãs, na frente de uma multidão incrível, ele estava altamente motivado."

Em contraste, foi uma corrida frustrante para o companheiro de equipe de Hulkenberg, Carlos Sainz, que largou em oitavo e terminou em décimo na pista, mas depois caiu para 12º após receber uma penalidade por passar Marcus Ericsson em um Safety Car.

O espanhol não teve o benefício de usar a nova asa dianteira da equipe, já que apenas um estava disponível no dia da corrida, e foi dada a Hulkenberg.

"É um pouco frustrante, porque parecia que ele poderia estar com Nico", disse Abiteboul de Sainz. “Obviamente, ele estava um pouco atrás depois do início, mas ele poderia ter tido uma corrida bem parecida”.

"Há duas frustrações: acho que a parada realmente não funcionou a seu favor, mas também o incidente com Ericsson - onde ele teve que tomar uma penalidade de 10 segundos por ultrapassá-lo. Ericsson foi lento, pensamos que ele tinha um problema com o carro.”

"Acredito que foi dada uma instrução para devolver a posição à Ericsson, mas houve muitas comunicações. No entanto, antes de colocar a culpa em alguém, precisamos rever exatamente o que aconteceu."

Próxima Fórmula 1 matéria
Red Bull espera evitar punição a Ricciardo na Hungria

Previous article

Red Bull espera evitar punição a Ricciardo na Hungria

Next article

Webber sobre Alonso: Era criativo quando você ia ultrapassá-lo

Webber sobre Alonso: Era criativo quando você ia ultrapassá-lo
Load comments