Chefe garante que confiança de Kvyat está inabalada

Christian Horner confia que piloto russo possa surpreender nas próximas provas deste ano após decepcionar nas primeira corridas

Depois de duas classificações ruins e apenas um sétimo lugar, Daniil Kvyat trabalha para retomar o bom desempenho com o qual terminou a temporada passada. Chateado com o grid no Bahrein, o russo disse que estranhou o fato de ter saído apenas em 15º.

"Nunca foi tão estranha a minha carreira, para ser honesto", disse Kvyat ao Motorsport.com. "Estar tão feliz com o carro durante todo o fim de semana, e, de repente, vir a classificação e estarmos tão longe. É um pouco constrangedor, para ser honesto."

Mas Kvyat não deixou seus problemas de sábado criarem desânimo, e se recuperou na corrida para terminar em sétimo lugar.

Chefe da Red Bull, Christian Horner acredita que uma forte recuperação como a que Daniil fez no domingo tenha sido de grande ajuda para o russo, que teve uma abertura da temporada conturbada na Austrália, quando parou no grid.

"Eu acho que esta corrida fez sua confiança voltar", disse Horner ao Motorsport.com. "Ele era competitivo em todo o final de semana."

Foco nos pneus

A Red Bull analisou de perto o que houve com Kvyat na classificação durante as reuniões na fábrica da equipe nesta semana.

No entanto, Horner suspeita que a questão esteja relacionada com a temperatura dos pneus – e o fato de Kvyat não ter se adaptado bem às condições mais frias do treino classificatório.

"Acho que 90% do que houve se relaciona com o estado dos pneus. Eles são bastante sensíveis.”

"No começo do dia, com as temperaturas mais quentes, ele estava muito feliz e competitivo com o carro. Com menos calor ele ficou menos satisfeito."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniil Kvyat
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias