Chegada de Verstappen foi impulso moral após 2015, diz chefe

Consultor da Red Bull, Helmut Marko crê em importância de pupilo e vê confia em evolução da equipe para 2017

O vice-campeonato entre construtores em 2016 foi bastante comemorado pelo consultor da Red Bull, o austríaco Helmut Marko. Depois de conquistar quatro títulos entre 2010 e 2013, o time acabou sofrendo com implementação da tecnologia híbrida na Fórmula 1 e as unidades de potência da Renault.

Depois de um ano difícil em 2015, o time retornou às primeiras posições em 2016 com duas vitórias e o segundo lugar entre os construtores.

"O grande passo à frente (em 2016) veio do lado do motor, e nos disseram que podemos esperar um salto semelhante novamente para 2017", disse Marko ao site oficial da F1.

"E isso deve significar que estamos muito perto da potência da Mercedes.”

"Do lado do chassi, sempre fomos bons e o chassi deste ano é um dos nossos melhores. Até agora, todos os dados que temos do novo carro são muito positivos.”

"Com as mudanças de regulamento para 2017, ninguém pode usar a experiência ou o pacote atual. A história mostra que sempre vamos bem quando há uma mudança de regulamento.”

"Então estamos convencidos de que vamos lutar por ambos os títulos em 2017."

A Red Bull contará novamente com Daniel Ricciardo e Max Verstappen em 2017. O holandês irá fazer sua primeira temporada completa pela equipe, já que participou das primeiras quatro corridas de 2016 com a Toro Rosso.

Marko acrescentou que não se surpreendeu que a Red Bull tenha se recuperado para o segundo lugar no campeonato, comentando: "A chegada de Max deu um enorme impulso moral depois daquela realmente dolorosa temporada de 2015.”

"Estamos absolutamente em clima de vitória novamente."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias