Christian Horner diz que motor da Renault é “indirigível”

Com Daniel Ricciardo chegando apenas na sexta colocação, chefe diz que o resultado poderia ter sido melhor se não fosse o motor

A equipe Red Bull enfrentou muitos problemas com o motor, neste final de semana em Melbourne. Perdendo muitos momentos nos boxes acertando o carro para a prova a equipe teve seu melhor resultado, um sexto lugar na corrida, resultado que poderia ter sido melhor, segundo Christian Horner.

[publicidade]O chefe da equipe está insatisfeito com o trabalho da Renault no desenvolvimento do motor do carro neste ano: “Tem sido um fim de semana difícil para a Renault", disse ele. "O motor é apenas “indirigível”. Você pode ver e ouvir a partir dos comentários que os pilotos estão fazendo. A evidência mais clara é que Daniel (Ricciardo) teve um início razoável e, em seguida a gente percebe que falta potência para conseguir algo melhor. É frustrante saber que regredimos desde Abu Dhabi, no ano passado”, lamenta Horner.

Daniil Kvyat teve ainda mais azar, quando saía dos boxes para levar o carro ao grid o carro teve problemas na caixa de câmbio, impedindo que o piloto levasse o carro de volta aos boxes, o que o obrigou a abandonar a prova antes mesmo da largada. Para Horner, o problema pode ter sido em decorrência a falha no motor: “Ele quebrou a quinta marcha. Por quê? Não sabemos, pode ter algo a ver com as oscilações que vimos a partir do motor”, enfatiza.

A Red Bull espera que o carro melhore em Sepang e a equipe finalmente possa fazer uma corrida sem problemas.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias