"Cingapura é um circuito mais de Williams", garante Maldonado

Venezuelano está confiante de que próxima etapa será mais favorável à equipe e Mark Gillan faz avaliação do GP da Itália

Maldonado foi 11º em Cingapura em 2011

Depois de um final de semana apagado da Williams no GP da Itália, Pastor Maldonado acredita que a equipe pode voltar a render bem na próxima etapa, em Cingapura. O venezuelano explicou ao TotalRace que as configurações usadas para vencer o traçado de Marina Bay mostram mais as qualidades do FW34.

“É um circuito mais de Williams porque tem mais carga aerodinâmica e, como temos mais eficiência, esperamos lutar pelas posições da frente, como fizemos em Spa e Barcelona e em todas as pistas em que se usa mais pressão. Ano passado, fui 11º com o carro que tínhamos, então dá para imaginar como deve ser muito melhor nesta temporada.”

Falando sobre a performance da Williams em Monza, oportunidade em que a equipe não foi tão bem quanto nas provas anteriores, andou na maior parte do tempo fora do top 10 e terminou com um ponto conquistado por Bruno Senna, o chefe de operações Mark Gillan salientou a performance dos pilotos.

“Nosso ritmo em geral não foi tão forte quanto nas outras provas, mas é bom ver ambos os pilotos forçando durante a corrida. Ambos tiveram boas largadas e terminaram com um ganho combinado de 14 posições.”

O que não estava programado era o passeio de Bruno Senna por fora da pista depois de ser espremido por Paul Di Resta. Assim, o brasileiro perdeu tempo e uma posição para Mark Webber, prejudicando sua prova.

“Bruno perdeu muito tempo durante o incidente e, como o manejo de pneus foi crucial na corrida, esse tipo de excursão não foi uma boa notícia e pode afetar os tempos em um stint.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Pastor Maldonado , Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias