Stoffel Vandoorne

Coluna do Vandoorne: Estou feliz com a permanência de Alonso

Piloto e colunista do Motorsport.com, Stoffel Vandoorne fala sobre GP dos Estados Unidos e da renovação de piloto espanhol com a McLaren

O GP dos Estados Unidos pode não ter dado nenhum ponto para a McLaren Honda, mas tive muitas razões para deixar Austin muito feliz com o fim de semana.

Primeiro sobre o meu próprio desempenho na corrida, depois de largar da parte de trás do grid e terminar em 12º. E, em segundo lugar, sobre alguns desenvolvimentos encorajadores que nos levarão para a frente em 2018.

Avanço definitivo

Os treinos da sexta-feira começaram comigo descobrindo um novo circuito, e eu tenho que dizer que o Circuito das Américas é uma ótima pista. A primeira parte da volta com os esses é muito, muito rápida e muito agradável de guiar.

As condições no início da sexta-feira foram um pouco complicadas com a chuva. Nós também testamos alguns pneus intermediários diferentes antes que o piso secasse e pudéssemos fazer um bom trabalho.

Um novo pacote aerodinâmico chegou para nós e porque meu companheiro de equipe, Fernando Alonso, teve um problema e ficou preso na garagem, tive que fazer todo o trabalho na coleta de informações.

O carro ficou muito bom, e foi um passo definitivo para as atualizações. Tive uma sensação muito boa e terminamos em quinto durante a sessão, por isso foi muito positivo.

Para o sábado, sabendo que decidimos tomar uma punição de motor, fazia mais sentido para Fernando ter a atualização. Voltei a ter as especificações antigas e, a partir de então, foi bastante complicado o fim de semana para encontrar o equilíbrio.

Foi extremamente difícil se sentir confortável, e as coisas não foram ajudadas por ser um fim de semana com muito vento, então as condições continuaram mudando.

Eu nunca tive a mesma boa sensação do primeiro treino livre, mesmo com as tentativas de mudanças de configuração. Acho que talvez isso comprove que o novo pacote que apresentamos neste fim de semana era um bom passo à frente.

Corrida forte

Graças a outra mudança de motor necessária antes da corrida, fui forçado a começar de trás, mas mantive meu foco e entreguei o que foi uma das minhas melhores corridas da temporada.

Partindo de trás em Austin, com o déficit de potência que temos, não esperava realmente superar tantos carros.

Mas fomos muito agressivos nas voltas antes do pitstop para nos colocar em uma posição de briga razoável novamente.

Enquanto eu estava acelerando, consegui economizar pneus também, porque estávamos tentando fazer a estratégia de uma parada funcionar. Depois do pitstop, tivemos um ritmo muito e superamos alguns carros na pista.

Fiquei tão concentrado que na verdade não percebi a manobra que Sebastian Vettel fez entre Valtteri Bottas e eu. Estava concentrado em sair do seu caminho!

O 12º foi um resultado muito forte no final. Perdemos um pouco de tempo atrás de Romain Grosjean. Acho que ficar tão perto dos pontos provavelmente foi o máximo possível.

Permanência de Alonso

A outra boa notícia do fim de semana foi que Fernando Alonso confirmou que ficaria com na McLaren. Definitivamente estou feliz em continuar sendo seu companheiro de equipe.

Ele é um dos melhores da F1 e especialmente com todas as mudanças que acontecerão no próximo ano na equipe, é bom ter esta estabilidade.

Ultimamente, mostramos excelentes desempenhos e estamos definitivamente prontos para o próximo ano.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos Estados Unidos
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Stoffel Vandoorne
Equipes McLaren
Tipo de artigo Conteúdo especial
Topic Stoffel Vandoorne