Com clima normal, Vergne crê que GP da China mostre realidade do grid

compartilhar
comentários
Com clima normal, Vergne crê que GP da China mostre realidade do grid
Por: Gabriel Lima
1 de abr de 2013 14:51

Piloto francês acredita que GP da Malásia, pela chuva, não deu um parâmetro ideal de forças do campeonato

Vergne foi 10º na Malásia

Décimo colocado no último GP, Jean-Éric Vergne começou bem sua segunda temporada na F-1. O piloto está à frente do companheiro de equipe Ricciardo, lugar onde terminou no ano passado na escuderia Toro Rosso.

Após dois fins de semana afetados pela chuva, o francês não crê que possa dizer que o panorama de forças mostrado nestes GPs seja o real. Jean-Éric acha que o GP da China, se tiver bom clima, deverá mostrar como estão as coisas de fato.

“Muitas pessoas dizem que a Malásia, por ser a primeira pista permanente do ano, daria uma indicação da ordem de forças, mas, honestamente, com a chuva, o calor e tudo isso, acho que é muito cedo para dizer”, opinou o piloto do carro número 18. “Se estiver quente na China, nós talvez tenhamos uma ideia melhor, mas no ano passado estava congelando de tão frio”, lembrou.

O piloto tem confiança de que o STR8 tem potencial e pode estar mais vezes nos pontos daqui para frente. “Acho que o ritmo é encorajador. Tive a quarta melhor volta na Malásia. Sim, foi com pneus macios novos e pouco combustível, mas era o mesmo para todo mundo naquela parte da corrida. A performance definitivamente está no carro”.

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton critica Pirelli: "Corridas são só estratégia"

Previous article

Hamilton critica Pirelli: "Corridas são só estratégia"

Next article

Na véspera de GP, barenitas voltam a protestar contra Fórmula 1

Na véspera de GP, barenitas voltam a protestar contra Fórmula 1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da China
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias