Com desgaste baixo de pneus, Abu Dhabi deve ter de 1 a 2 paradas

Segundo o brasileiro Lucas di Grassi, estratégias com poucas paradas devem ser as mais escolhidas em Abu Dhabi

Marussia testando em Abu Dhabi

Assim como em Buddh, onde a maioria dos pilotos conseguiu completar a prova inteira com apenas uma troca, em Abu Dhabi o baixo desgaste dos pneus deve proporcionar uma prova com poucas paradas.

“Acredito que a maioria dos pilotos irá optar por dois pit-stops, mas alguns podem parar apenas uma vez”, opinou o piloto de testes da Pirelli, Lucas di Grassi. “Com o campeonato chegando ao fim, todos vão tentar encontrar qualquer pequena vantagem, por isso a questão da estratégia será muito importante”, completou o brasileiro.

Para Di Grassi, a alta temporada da região faz com que o aquecimento de pneus não seja um problema em Yas Marina. “Devido a alta temperatura, o aquecimento não deve ser problema nem mesmo para os compostos médios”, definiu Lucas.

Além dos médios, a Pirelli disponibilizou os compostos macios para o GP de Abu Dhabi. Será a última vez no ano que esses compostos serão utilizados.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Tipo de artigo Últimas notícias