Com KERS em 2013, Marussia acredita que saltará para o meio do grid

Time terminou em 11º entre os construtores em 2012, após perder 10º lugar na última corrida, mas chefe prevê grandes melhorias

Marussia terá KERS em 2013

Ainda desapontada por ter perdido a 10ª posição no campeonato de construtores na última prova, quando foi ultrapassada pela Caterham, a Marussia pelo menos está vendo motivos para esperar um 2013 promissor. Graeme Lowdon, chefe do time, acredita que sua equipe evoluirá mais que as adversárias e espera estar no meio do grid na próxima temporada.

“Este ano, mesmo sem KERS, quase ganhamos de um time que usou este equipamento”, lembrou Lowdon, ao site da Autosport, fazendo uma comparação com a Caterham. “No ano que vem creio que somos quem mais podemos melhorar, as leis da física dizem isso. Creio que nossa desvantagem em relação aos outros times sumirá”, declarou.

Em 2013, a Marussia finalmente contará com o KERS. Isto, somado à estabilidade das regras, deixaram Lowdon confiante. “Não sou um grande fã do KERS, mas poderemos melhorar muito com ele. Todos devem melhorar no inverno, mas creio que poderemos acabar com a distância para o meio do grid, o que será muito bom para o esporte”, concluiu.  

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias