Com motor atualizado, Nasr espera bom desempenho em “favorita” Spa

Brasileiro, que vai andar de F1 pela primeira vez na pista que mais gosta, espera que atualização na unidade de potência da Ferrari beneficie a Sauber nas subidas e longas retas do circuito belga

Felipe Nasr vai andar pela primeira vez com um F1 em Spa-Francorchamps no próximo final de semana, quando a categoria volta às atividades com o GP da Bélgica. O piloto da Sauber falou sobre o desafiador traçado localizado na região das Ardenas, destacando as características da pista.

“Das pistas do calendário, Spa é a minha favorita. O traçado é único, com muitos trechos de alta velocidade e combinações de curvas interessantes, daquelas que os pilotos mais gostam. É um circuito no qual você precisa de um carro estável nessas curvas de alta – eu diria que a combinação entre pouca pressão aerodinâmica e tração eficiente é fundamental para ser minimamente competitivo”, contou.

Ainda sobre a pista, Nasr destacou o fato de estrear em Spa com um carro de F1 e se mostrou ansioso para passar pela Eau Rouge – talvez a curva mais famosa do calendário atual da categoria. “Será a minha primeira vez aqui com um F1. Contornar a Eau Rouge de pé cravado é sempre complicado – o que torna as coisas, obviamente, mais desafiadoras ainda”, ressaltou.

Além de modificações na parte aerodinâmica, a Sauber terá um importante avanço a partir do GP da Bélgica: o time receberá da Ferrari unidades de potência atualizadas. Apesar de ainda não ter experimentado os novos motores, o brasileiro espera que a novidade tenha um impacto positivo na performance do C34.

“Teremos unidades de potência atualizadas aqui. Eu ainda não tive a oportunidade de experimentá-las, então não sei o quanto vamos ganhar com as novidades. Estamos ansiosos e esperamos que isso seja benéfico para nós”, concluiu.

O companheiro de equipe de Nasr, Marcus Ericsson, também elogiou o traçado belga e adicionou o clima como outro elemento que amplia o desafio para pilotos e equipes em Spa-Francorchamps.

"Estou ansioso para pilotar em Spa-Francorchamps – a pista é muito boa no todo, mas a Eau Rouge, a Blanchimont e a Pouhon são as curvas que mais chamam a minha atenção. Um aspecto especialmente importante por lá é o clima. Você nunca sabe o que vai acontecer, uma parte da pista pode estar molhada e outra parte pode estar seca. É mais um elemento que faz de Spa um circuito tão especial”, encerrou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Marcus Ericsson , Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias