Com novo abandono, Hamilton lamenta problemas nos freios no Canadá

Britânico está agora 22 pontos atrás de Rosberg no campeonato: “precisamos nos concentrar em não abandonar mais”

Após problemas de freio, Lewis Hamilton não finalizou uma corrida pela segunda vez neste ano. O inglês afirmou que os problemas no MGU-K das Mercedes dele e de Rosberg foram iguais e simultâneos. No entanto, ele acabou sofrendo com os freios depois que saiu à frente de Nico após o segundo pit stop.

“Tivemos problemas muito parecidos, e eu e Nico tivemos que andar no ritmo que estávamos indo. Consegui passá-lo na parada, fiquei muito feliz. Mas ainda naquela volta os freios acabaram, não pude fazer muito”, relatou ao TotalRace.

“Foi uma pena para a equipe não ter a sexta dobradinha, mas temos a chance de vencer as próximas.”

“Acho que o problema foi um pouco pior para mim. Estava atrás de Nico e tive mais calor, ele estava com ar livre o tempo inteiro. Não pude fazer muito. Quando saí na frente tive problema logo em seguida. Mas foi bom para a equipe, são 18 pontos. Só precisamos virar a página e nos concentrar em não abandonar mais.”

Sobre os problemas nos freios, Hamilton disse que não pôde fazer muito para prevenir o abandono. “Os freios começaram a ter problemas no meio da prova. Em um ponto fui avisado para tomar conta dos freios. Estava monitorando quando tiveram problema.”

“A equipe me avisava como deveria agir durante a prova por conta do problema, mas é complicado ter o sistema de brake-by-wire neste caso.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias