Com primeira fila garantida, Vettel diz ter “arriscado tudo”

Sem ameaça de Bottas e Raikkonen após punições, alemão revela que forçou o ritmo e cometeu um erro em sua participação no Q3

Ciente de que a primeira fila do GP do Japão estava praticamente garantida, Sebastian Vettel admitiu que arriscou mais do que o necessário em sua volta final do Q3, e que, por isso, acabou não sendo tão rápido quanto poderia.

Como Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen sofreram punições por troca de câmbio, Vettel considerou que, na pior das hipóteses, estaria com o segundo lugar no grid. Assim, ele tentou extrair o máximo de sua Ferrari, o que acabou lhe rendendo o terceiro tempo, atrás das duas Mercedes -  que se converterá em segundo com as perdas de posição de Bottas.

“Para ser honesto, a classificação foi bem boa. Tentei de tudo em minha última volta, sabia que eu precisava arriscar um pouco, mas não deu certo. Saí da pista na saída dos esses, mas sabia que, se Valtteri me passasse, ainda assim estaríamos na primeira fila. Sim, adoraríamos ser mais rápidos, mas é incrível andar com os novos carros por aqui. Foi um dia bem especial”, comentou o alemão.

Vettel tem uma desvantagem de 34 pontos em relação a Lewis Hamilton, que inicia o GP do Japão na pole position. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pista Suzuka
Tipo de artigo Últimas notícias