Com problemas de acerto, Raikkonen não espera solução imediata

Finlandês tem sofrido nas freadas e nas entradas de curva e levado tempo do companheiro Alonso

Sem conseguir andar no ritmo de Fernando Alonso por quase todo o final de semana e sofrendo para frear sua Ferrari sem fritar os pneus, Kimi Raikkonen reconheceu que vai demorar certo tempo para se sentir totalmente à vontade no novo carro.

O finlandês não está satisfeito com o manejo do F14 T. “Sabemos mais ou menos o que queremos fazer, mas algumas coisas não acontecem da noite para o dia”, afirmou após ser sétimo colocado no GP da Austrália. “Demora para fazer algumas peças ou ter determinada maneira de alocar as coisas. Isso já aconteceu comigo antes e às vezes leva um tempo.”

O piloto, que bateu na classificação e largou em 11º, acredita ter “tirado tudo o que podia” do carro em Melbourne. Além das dificuldades com o acerto, o campeão de 2007 sofreu com graining nos pneus e uma falha elétrica no motor, o que o obrigou a correr em um regime mais baixo, assim como ocorreu com o companheiro Alonso. “Não é o que queremos atingir, mas poderia ter sido pior. Tenho certeza de que só vai melhorar.” 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias