Com recorde da manhã, Vettel lidera penúltimo teste da F1

Piloto da Ferrari ficou mais de 1s à frente do concorrente mais próximo com o tempo obtido no começo da sessão; Mercedes prioriza simulação de corrida

Sebastian Vettel liderou com folga o penúltimo dia de testes da F1 antes do início da temporada de 2018. O alemão quebrou o recorde não-oficial do circuito de Barcelona e encerrou sua última jornada na pré-temporada com grande vantagem para o concorrente mais próximo.

O melhor tempo do dia foi obtido no período da manhã, quando Vettel, calçando os pneus hipermacios (os mais velozes da Pirelli na F1), anotou 1min17s182, que superou em mais de 0s8 o tempo obtido por Daniel Ricciardo na quarta-feira.

Kevin Magnussen, também com o tempo obtido pela manhã, fechou no segundo lugar. O dinamarquês da Haas obteve sua melhor marca com pneus supermacios, ficando mais de 1s1 atrás de Vettel.

O terceiro posto ficou com Pierre Gasly, da Toro Rosso. O francês deu um salto no período da tarde para encostar em Magnussen, ficando apenas 0s003 atrás, suficiente para desbancar Nico Hulkenberg, da Renault. 

Carlos Sainz, que assumiu o comando do R.S.18 na segunda metade da jornada, fez o suficiente para ficar em quinto, logo após o colega de equipe. O espanhol também foi acompanhado de perto por Stoffel Vandoorne, da McLaren, que não progrediu em relação à sua marca obtida pela manhã.

Marcus Ericsson, da Sauber, foi o sétimo, mesmo tendo provocado a única bandeira vermelha do dia, quando rodou na curva 4 e ficou atolado na caixa de brita. Com exceção de Magnussen, os membros do top 7 obtiveram seus melhores tempos com os compostos hipermacios. 

Já a Mercedes teve jornada longe dos holofotes. Lewis Hamilton assumiu o W09 no período da tarde e, assim como Valtteri Bottas havia feito pela manhã, focou na simulação de corrida. O finlandês foi oitavo, logo à frente do colega, sendo que ambos registraram suas marcas com os compostos médios.

Robert Kubica (supermacios) e Sergio Pérez (hipermacios) vieram a seguir, à frente de Max Verstappen, que não melhorou sua marca obtida pela manhã com os compostos macios.

No fim da tabela veio Lance Stroll, que conduziu o carro da Williams no período da tarde e registrou seu melhor tempo, em 1min20s262, com os ultramacios.

No geral, a jornada de testes teve poucos contratempos entre as equipes, de modo que todas puderam dar prosseguimento a um extenso programa em Barcelona. Todas as equipes extrapolaram a marca de 100 voltas durante o dia, sendo que Verstappen anotou nada menos do que 187 voltas com sua Red Bull.

Os pilotos voltarão à pista nesta sexta-feira, para o último dia de testes de pré-temporada da F1 em 2018. 

PosPilotoEquipeTempoDif.VoltasPneu*
1 Vettel Ferrari 1m17.182s   184 HM
2 Magnussen Haas 1m18.360s +1.178 158 SM
3 Gasly Toro Rosso 1m18.363s +1.181 168 HM
4 Hulkenberg Renault 1m18.675s +1.493 79 HM
5 Sainz Renault 1m18.725s +1.543 66 HM
6 Vandoorne McLaren 1m18.855s +1.673 146 HM
7 Ericsson Sauber 1m19.244s +2.062 145 HM
8 Bottas Mercedes 1m19.532s +2.114 84 Médio
9 Hamilton Mercedes 1m19.575s +2.350 97 Médio
10 Kubica Williams 1m19.629s +2.447 73 SM
11 Perez Force India 1m19.634s +2.452 155 HM
12 Verstappen Red Bull 1m19.842s +2.660 187 M
13 Stroll Williams 1m20.262s +3.080 62 UM

*Legenda: 

HM: Hipermacio
UM: Ultramacio
SM: Supermacio
M: Macio

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Relato de testes