Com referências aos 50 anos do time, McLaren lança o MP4/28

"Abaixo da carenagem, é completamente diferente, ainda que não pareça por fora", garante Jenson Button

A McLaren foi a segunda equipe a lançar seu carro para a temporada 2013 da F-1. O MP4/28 foi revelado na sede da equipe, em Woking, na Inglaterra, pelos pilotos Jenson Button e Sérgio Perez. O lançamento foi marcado por referências à história da equipe, que completa 50 anos em 2013. Pilotos de teste e do programa de desenvolvimento do time andaram em máquinas históricas, como o carro pilotado pelo fundador do time, Bruce McLaren e a MP4/4, que ganhou 15 das 16 corridas em 1988 e deu o primeiro título a Ayrton Senna.

SAIBA TUDO SOBRE O LANÇAMENTO DA MCLAREN:

Os pilotos titulares chegaram nos carros de rua da marca. Sergio Perez surgiu com o MP4 C12 e Jenson Button, com o protótipo do P1. Pelo menos por fora, o MP4/28 não parece muito diferente do modelo do ano passado, mas Button garantiu que trata-se de um modelo bem distinto. “Abaixo da carenagem, é completamente diferente, ainda que não pareça por fora. As regras são parecidas, mas eles mudaram bastante coisa para que façamos a diferença. Vamos para esta temporada com o objetivo de vencer o campeonato e lutaremos por isso. Terça-feira será um dia muito importante, quando estarei no carro checando todos os sistemas. Se será um carro vencedor, temos de esperar para ver.”

O modelo, porém, tem uma diferença notável: a suspensão em pull-rod na dianteira, sendo a primeira equipe a copiar a solução trazida pela Ferrari no início de 2012. Falando sobre as diferenças no regulamento, o diretor administrativo Jonathan Neale salientou que, caso as equipes buscassem apenas refinar os modelos do ano passado, uma vez que as mudanças não são tão marcantes, acabariam chegando ao máximo da evolução na metade da temporada. Por isso, é preciso pensar em caminhos novos.

“Quando você tem pequenas mudanças de regulamento, faz algo conservador ou algo mais ambicioso? Nesta ocasião, optamos por ser ambiciosos. Acreditamos que preferimos isso a perder fôlego no meio da temporada, pois nos dará mais potencial de desenvolvimento. A Pirelli fornecerá um novo pneu e, como sabemos, todos tivemos dificuldades no início do ano passado e todas as equipes estão trabalhando para compreender esse novo composto o mais rápido possível. Em relação às regras técnicas, o DRS terá menos autoridade, então será interessante.”

A McLaren vem de uma temporada de altos e baixos em que não deu chances para os rivais de vários finais de semana, mas amargou problemas com pit stops lentos, quebras e no desenvolvimento do carro em meados do ano. A equipe acabou perdendo para a Ferrari pela primeira vez desde 2008 e foi relegada ao terceiro lugar no Mundial de Construtores. A equipe conquistou 13 pódios e sete vitórias em 2012.

O diretor esportivo da equipe, Sam Michael, destacou a melhora na performance em pit stops na segunda metade do ano e espera que a tendência continue em 2013. “Na segunda metade do ano éramos a equipe mais rápida do grid. Introduzimos muitas melhoras tecnológicas que deram resultado. Para 2013, vamos continuar nessa linha e nossa meta é fazer pit stops na casa dos 2s, talvez abaixo.”

Neale elogiou o novo contratado, Sérgio Perez, após suas primeiras semanas de trabalho na equipe e assegurou a igualdade de condições entre o mexicano e seu companheiro, preparando-se para sua quarta temporada na equipe, Jenson Button. “Sua forma melhorou muito, tem trabalhado com os engenheiros e é importante que não o subestimemos. Já Jenson sabe o que encontrar e sabe como trabalhar com a equipe. Seria bobo não usar toda a experiência de Jenson, mas as novas ideias de Checo serão bem-vindas. Então teremos dois primeiros pilotos.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias